conecte-se conosco


Policial

Operação Interfectores cumpre mandados para esclarecer homicídio ocorrido no município

Publicado


Assessoria | PJC-MT

Oito mandados, sendo sete de buscas e apreensões e um de prisão preventiva, foram cumpridos pela Polícia Judiciária Civil do município de Juína (735 km a noroeste de Cuiabá), na Operação “Interfectores”, deflagrada na manhã desta quinta-feira (20.02).

Cinco pessoas, entre elas um menor de idade, foram presas por tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menores, favorecimento de bebida alcoólica para adolescente e uso de entorpecente.

O suspeito com mandado de prisão preventiva foi preso em cumprimento à ordem e também autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Além das prisões, o trabalho operacional resultou na apreensão de drogas, dinheiro, apetrechos para o tráfico, além de veículos usados em ações criminosas.

As ordens judiciais foram decretadas pela Justiça após investigação conduzida pela Delegacia de Polícia de Juína, para apurar crime de homicídio ocorrido na região.

Durante diligências em um dos locais alvos, uma residência no bairro Módulo 4, onde os investigadores apreenderam duas motocicletas, porções de cocaína, maconha, quase R$ 1 mil em dinheiro, balança de precisão, aparelhos celulares e outros produtos usados para embalar e comercializar drogas.

Em outro endereço, os policiais civis cumpriram a prisão preventiva decretada contra o autor de um homicídio ocorrido no dia 05 de fevereiro, em frente a um mercado no bairro Módulo 6. Wemerson do Ouro dos Santos, de 19 anos, foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta, que se aproximaram e o garupa efetuou disparos de arma de fogo atingindo a vítima.

Conforme o delegado de Juína, Marco Bortolotto Remuzzi, os indícios apontam que esse homicídio foi motivo por um desentendimento ocorrido entre a vítima e o suspeito, alguns dias antes do crime.

“O resultado positivo da operação é fruto do empenho e excelente trabalho investigativo realizado pelos policiais civis de Juína, com objetivo de combater a criminalidade, em especial os crimes de tráfico de drogas e crimes contra a vida”, destacou o delegado Marco Remuzzi.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Registros de ocorrências serão apenas pela Delegacia Virtual 

Publicado


.

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso comunica que a partir deste sábado (21.03), o formato para o registro de boletim de ocorrência de qualquer natureza será feito apenas por meio eletrônico, pelo site da Delegacia Virtual (www.delegaciavirtual.mt.gov.br), ficando restrita a ida à delegacia para impressão do boletim de ocorrência.

Nos casos dos crimes em que é  necessário o pré-registro, logo após o preenchimento das informações pelo site: www.delegaciavirtual.mt.gov.br, no campo Pré-registro, o cidadão deverá ligar para os telefones (65) 3901-4839 ou 3901-4834 ou 98463-3009 ou 98463-3698 ou 99989-4035. O comunicante será atendido pelo policial plantonista para finalização do registro e receberá na sequência as instruções necessárias.

O boletim virtual será validado através dos telefones acima mencionados e o comunicante receberá a ocorrência registrada pelo e-mail. Toda informação sobre o registro pela Delegacia Virtual  será prestada pelos telefones disponibilizados. 

Essa medida ficará em vigor até o final do período de quarentena, visando a necessidade de prevenção, redução de pessoas em circulação para a não proliferação do coronavírus.

As atividades investigativas seguem normalmente, sem prejuízo.

Durante a quarentena, as pessoas devem evitar sair de casa, porém em situação de emergência devem acionar o sistema de segurança pública pelos números 190 ou 197.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Pessoas idosas devem evitar delegacias para registro de ocorrências

Publicado


.

Assessoria/PJC-MT

A Polícia Civil orienta que pessoas idosas que precisem registrar uma ocorrência de crimes de menor gravidade, que evitem o deslocamento a delegacias e busquem o atendimento da Delegacia Virtual: www.delegaciavirtual.mt.gov.br

Na Capital, os idosos podem buscar orientação pelos telefones (65) 98442-8757/ 3901-4248, com o Núcleo de Atendimento à Pessoa Idosa. Por telefone, o idoso pode tirar dúvidas sobre a ocorrência que deseja registrar, sem a necessidade de ir até a delegacia, evitando assim se colocar em risco diante da pandemia de coronavírus.

Em Várzea Grande, a Delegacia da Mulher, Criança e Idoso tem o número (65) 3685-1236 para dúvidas.

A Polícia Civil orienta a população em geral a procurar uma delegacia apenas em casos de urgência ou em situação de flagrantes. Para registros em geral, o atendimento será pela Delegacia Virtual: www.delegaciavirtual.mt.gov.br, que recebe todas as ocorrências de menor gravidade, entre elas calúnia, injúria, difamação, ameaça, constrangimento ilegal, violação de domicílio, inclusive no âmbito de violência doméstica; acidente de trânsito sem vítima, extravio ou perda de documentos, denúncia, maus tratos a animais, desaparecimento, furto de celular e exercício ilegal da profissão.

Depois de preencher todas as informações, o cidadão entra em contato com a Delegacia Virtual pelos telefones: (65) 3901-4838/ 3901-4834 / 98463-3009 / 98463-3698, para validar os dados. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil define medidas temporárias para servidores e atendimento em unidades policiais

Publicado


.

Assessoria/PJC-MT

A Diretoria da Polícia Civil de Mato Grosso definiu medidas temporárias, conforme a Portaria 039/2020 , de acordo com o Decreto do Governo do Estado 416/2020, divulgado nesta sexta-feira (20.03), para funcionamento das unidades policiais diante da necessidade de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19). A portaria considera a necessidade de manutenção da prestação de serviços públicos da instituição e a restrição na circulação de pessoas nos ambientes, tanto de servidores, quanto da população. Entre as medidas estão o trabalho em sistema de revezamento nas unidades operacionais, com equipes fixas compostas pelos mesmos policiais; implantação de teletrabalho nas situações definidas pelo Decreto Estadual e redução no número de servidores em circulação, mas preservando o atendimento às situações de urgência.

A Polícia Civil também abriu o sistema da Delegacia Virtual para o pré-registro de todas as ocorrências, além daquelas que já são atendidas virtualmente. Após o preenchimento o pré-registro da ocorrência, o usuário poderá fazer a validação das informações por meio de telefones, sem a necessidade de deslocamento a uma delegacia de polícia.

Servidores que trabalham no atendimento ao público deverão observar para que permaneça o mínimo possível de pessoas no ambiente, obedecendo os critérios definidos no Decreto 416/2020, evitando aglomerações no interior da unidade policial.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, esclarece que serão suspensas, temporariamente, todas as intimações para oitivas de vítimas, investigados ou terceiros em procedimentos policiais que não sejam prioritários, exceto em caso de investigados presos.

O delegado informa ainda que serão suspensas também oitivas de vítimas e investigados maiores de 60 anos de idade, gestantes, lactantes, demais pessoas do grupo de risco, exceto nos casos em que a oitiva seja urgente e imprescindível. Caso as pessoas nas condições elencadas compareçam nas unidades policiais, elas deverão ser dispensadas da oitiva imediatamente.

Advogados, vítimas e demais interessados em inquéritos em tramitação devem ser orientados por telefone ou outro meio de comunicação eletrônica, a encaminharem petições, pedidos e outros requerimentos via correio eletrônico.

Restituições de bens apreendidos aos legítimos proprietários/possuidores deverão ser feitas, preferencialmente, com agendamento, a fim de se evitar aglomerações de pessoas nas delegacias.

Delegacia Virtual

A Delegacia Virtual da Polícia Civil está recebendo registros de todas as ocorrências, evitando o atendimento presencial nas unidades policiais.

Ocorrências de injúria, ameaça, calúnia, difamação, constrangimento ilegal e violação de domicílio no âmbito de violência doméstica também podem ser registrados pela Delegacia Virtual. O registro de ocorrência será feito presencialmente apenas nas situações de urgência.

O cidadão deve preencher todas as informações, de acordo com a ocorrência, e depois entrar em contato pelos telefones para validar os dados: (65) 3901-4838/ 3901-4834 / 98463-3009 / 98463-3698

Afastamento de servidores

Servidores que apresentarem sintomas de tosse seca, febre e dificuldade para respirar não devem comparecer ao trabalho e comunicar a chefia imediata e a Coordenadoria de Gestão de Pessoas. Servidores que regressaram de viagem internacional nos últimos 15 dias, independente de apresentarem sintomas, deverão permanecer em casa por 14 dias e fazer contato com a chefia imediata e a Gestão de Pessoas.

Servidores maiores de 60 anos, gestantes e lactantes ou com doenças crônicas, tais como: diabetes, hipertensão, doenças pulmonares, cardiopatias, doenças autoimunes, neoplasias e doenças renais, deverão trabalhar remotamente.

Os prazos da Corregedoria da Polícia Civil também estão suspensos, durante a vigência da portaria, relativos a processos administrativos disciplinares e sindicâncias desde o dia 16/03. Também ficam suspensas intimações, notificações, citações, inclusive, intimações sobre inquérito policial e termo circunstanciado de ocorrência em tramitação, exceto quando se tratar de investigado preso.

Empresas prestadoras de serviços foram orientadas a aumentar a frequência de limpeza nas áreas de circulação, elevadores, corrimãos, maçanetas e banheiros, em todas as unidades da Polícia Civil e observar os cuidados de higienização entre seus colaboradores.

Eventos e cursos

Atividades docentes da Academia da Polícia Civil também estão suspensas, com exceção daquelas realizadas remotamente.

Ficam suspensas também a realização de eventos nas unidades da instituição, incluindo a sede da diretoria, assim como a designação de servidores para treinamentos.

Servidores e colaboradores deverão observar todas as recomendações do Ministério da Saúde sobre higienização pessoal e condutas de boa etiqueta respiratória, em todos os ambientes, especialmente entre as trocas de plantões.  

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana