conecte-se conosco


Policia Federal

PF combate crimes financeiros e lavagem de dinheiro no RN

Publicado

Natal/RN – A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (19/12) a Operação Caviloso, destinada a apurar crimes financeiros, estelionato, falsidade, lavagem de dinheiro, entre outros delitos no Rio Grande do Norte.

Estão sendo cumpridos seis mandados judiciais de busca e apreensão em Natal, expedidos pela 15ª Vara Federal de Ceará-Mirim/RN. Cerca de 30 policiais federais participam da ação.

A investigação teve início para apurar a notícia de que um empreendimento em Ceará-Mirim teve algumas de suas unidades vendidas no exterior, sem a consequente internalização dos recursos no Brasil, fato que poderia importar crime de evasão de divisas.

Além disso, noticiou-se que as aquisições das unidades imobiliárias seriam, na verdade, investimento com percentual de retorno garantido, consistindo em captação de recursos, atividade típica de instituição financeira para a qual não existia autorização.

As investigações confirmaram que os dirigentes da empresa sob suspeita atraíram investidores em Singapura, para receber dinheiro que veio a ser destinado, em parte, a empreendimentos no Brasil, mas não para aquisição patrimonial e, sim, a título de investimento com ganho previamente ajustado.

Diferentemente do que se delineava no início da apuração, o grupo sob investigação tinha atuação bem mais ampla, pois ofertou em Singapura oportunidade de investimento atrelada a outros empreendimentos nas cidades de Parnamirim, Macaíba e São José do Mipibu, situadas na Região Metropolitana de Natal.

Assim, a empresa captou o equivalente maior que R$ 300 milhões, supostamente para erguer loteamentos com 3.516 unidades; no entanto, executou apenas um, com o total de 230 unidades. Nos demais locais nada foi construído, existindo apenas terrenos baldios.

Parte dos recursos captados em Singapura, que deveria ter sido enviada para o Brasil, foi remetida para uma conta bancária em Luxemburgo, na Europa, em nome da empresa criada pelos investigados, revelando que os investidores naquele país foram vítimas de golpe e jamais seriam ressarcidos.

Como tal remessa de recursos para paraíso fiscal está atrelada a omissão de receitas e consequente sonegação de tributos, a investigação também apura lavagem de capitais.

Por fim, no curso da investigação detectou-se um golpe praticado pelos investigados, os quais, sob a promessa de venda de um hotel na Via Costeira em Natal, receberam cerca de R$ 40 milhões, entretanto, falsificaram documentos, afastando o adquirente da propriedade e posse do hotel, sem restituí-lo.

Não haverá entrevista coletiva.

(*) O nome da operação faz alusão àquele que emprega cavilação, isto é, “proposta traiçoeira”.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Norte

cs.s[email protected] | @pfnorn | www.pf.gov.br

(84) 3204.5588

Comentários Facebook
publicidade

Policia Federal

PF combate o crime de moeda falsa em Minas Gerais

Publicado


.

Belo Horizonte/MG – Nesta quinta-feira (30/4), a Polícia Federal, em conjunto com as Polícias Civil e Militar de Minas Gerais, prendeu em flagrante um casal pelo crime de moeda falsa em Martinho Campos.

O casal foi preso em casa, no bairro Lagoa dos Buritis, quando a esposa recebeu encomenda dos Correios, contendo as notas. O homem tem 26 anos, a mulher tem 29 anos. Ambos são autônomos. Com eles, foram apreendidos mil reais em cédulas falsas, um aparelho celular, além de dois rádios comunicadores.

Se condenado, o casal poderá cumprir até 12 anos de reclusão pelo crime de moeda falsa. Os presos foram encaminhados para o Presídio Regional Pio Canedo em Pará de Minas/MG.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando para a manutenção da lei e da ordem, preservando o estado democrático de direito.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais
[email protected] | www.pf.gov.br
Contato: (31) 3330-5270

Fonte:

Comentários Facebook
Continue lendo

Policia Federal

PRF prende motorista com documento falso em Água Boa

Publicado

Na tarde de quinta-feira (05), a equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal) que fiscalizava na BR-158, em Água Boa (MT), abordou a carreta SCANIA/T113 H 4X2, com placas de Tangará de Serra-MT.

O condutor, um homem de 66 anos, apresentou CNH de categoria E. Nesta categoria, os condutores são habilitados a conduzirem veículos das categorias B, C, ou D, podendo possuir unidade acoplada com mais de 6000 Kg de peso bruto total, com mais de 8 lugares ou combinação com mais de uma unidade tracionada, independente do peso.

Após consulta aos sistemas, verificou-se que o condutor possuía habilitação, somente na categoria B.

O motorista foi encaminhado a Polícia Civil de Água Boa e o veículo encaminhado para o pátio da empresa contratada.

Fonte Agua Boa News

Comentários Facebook
Continue lendo

Policia Federal

PF prende foragido internacional em Santo Antônio do Sudoeste/PR

Publicado

Foz do Iguaçu/PR – Após dias de vigilância continua na fronteira, foi preso nesta segunda-feira (3/2), em Santo Antônio do Sudoeste/PR, o empresário argentino apontado em investigações da Polícia Federal, como o maior distribuidor de lança perfume da fronteira entre Brasil e Argentina. Foragido com mandado de prisão expedido pela Vara Criminal de Francisco Beltrão/PR pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, ele era procurado há mais de 10 anos e foi preso ao adentrar ao território brasileiro na manhã de hoje em ação conjunta da Policia Federal, Polícia Militar e Força Nacional.

O homem responde a vários processos criminais pelo crime de tráfico de drogas em razão da suspeita de ser o responsável pelo envio de grandes quantidades de lança perfume da Argentina para o Brasil nos últimos 15 anos, sempre pela região de Santo Antônio do Sudoeste/PR, chegando a ser apelidado por criminosos como “Rei do Lança”.

Além do cumprimento do mandado de prisão, foi apreendido com o foragido uma camionete do ano de 2019, 50 mil pesos argentinos e R$ 2 mil.

O preso e o material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Santo Antônio do Sudoeste/PR, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

Sua captura foi resultado da ação conjunta da Polícia Federal, Polícia Militar e Força Nacional no enfrentamento à criminalidade na fronteira Sudoeste paranaense com a Argentina.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu
Contato: (45) 3576-5515

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana