conecte-se conosco


Política Nacional

Planalto diz que conceito de essencial é “fluido” para justificar reaberturas

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro de máscara na solenidade de posse de Carlos Alberto Vilhena no cargo de Procurador Federal dos Direitos do Cidadão para o biênio 2020-2022
Marcos Corrêa/PR

Desde o início da pandemia, Bolsonaro diz que a preocupação também deve ser com a economia

O parecer que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou para determinar a reabertura de salões de beleza, academias e barbearias durante a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) diz que o conceito de atividades essenciais é “fluido” e que, de acordo com o decreto, a retomada se deu para atender “necessidades inadiáveis” da população. As informações são da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo .

“Neste sentido, pode ser considerado o aspecto da promoção da saúde física e mental da população, tanto do ponto de vista das academias […] como também dos salões e das barbearias”, diz um trecho do parecer.

O documento é Secretário-Geral da Presidência, que presta assessoria jurídica ao presidente, e ainda diz que as necessidades durante a pandemia se apresentam no dia a dia e a lei que criou a classificação de atividades indispensáveis não fixa “limites estanques ao que possa ser definido como essencial”.

O parecer é datada de 11 de maio, mesmo dia em que o  decreto de Bolsonaro foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União. À epoca do decreto, o presidente disse que “academia é vida” e que fazer as unhas é “questão de higiene”.

O decisão do presidente pegou de surpresa o então ministro Nelson Teich, que foi informado durante entrevista à imprensa pelos próprios jornalistas. Questionado sobre se ele sabia do decreto, ele disse que  nada havia sido discutido com ele nem com os secretários da pasta.

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Bolsonaro manda recado para quem apoia OMS contra cloroquina: “Estou muito bem”

Publicado


source
bolsonaro com coronavírus
reprodução / Twitter

Bolsonaro compartilhou foto nesta quarta-feira (8) para mostrar que está bem usando cloroquina

O presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), diagnosticado com o novo coronavírus nesta terça-feira (7), fez provocações aos que desaconselham o uso da cloroquina por não ter teses que comprovem sua eficácia contra a Covid-19. Em uma postagem no Twitter Bolsonaro disse que o medicamento fez efeito e que viverá por muito tempo “com a graça de Deus”.

“Aos que torcem contra a Hidroxicloroquina , mas não apresentam alternativas, lamento informar que estou muito bem com seu uso e, com a graça de Deus, viverei ainda por muito tempo”, compartilhou o presidente.

Bolsonaro entrou em defesa do governo e reforçou que sua gestão está preservando vidas e empregos sem propagar o pânico. “Sempre disse que o combate ao vírus não poderia ter um efeito colateral pior que o próprio vírus”.

Após a confirmação de que Bolsonaro estava infectado pela Covid-19 , internautas ficaram divididos e chegaram a “torcer pelo vírus”. O presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre , disse que o único extermínio que o brasileiro deveria torcer era o da Covid-19, ao invés de desejar a morte do presidente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Bolsonaro falava a visitantes que máscara era coisa de ‘viado’, diz jornalista

Publicado


source
homem tirando máscara
Reprodução/TV Brasil

Jair Bolsonaro em entrevista no Palácio do Planalto

Mesmo com  aumento de casos do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro não incentivava métodos de proteção para visitantes do Palácio do Planalto, chegando a constrangê-los e classificando o uso de máscara como “coisa de v.”. As informações são da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo a coluna, Bolsonaro se recusava a usar máscaras nas visitas feitas a ele, se aproximava dos visitantes e ainda os cumprimentava com apertos de mão. A “brincadeira” sobre a sexualidade de quem usava máscara com tom pejorativo era feita com funcionários.

O presidente teria ainda dito a um dos visitantes que o “medo” que ele aparentava ter da contaminação era “besteira”. Bolsonaro foi diagnosticado com o novo coronavírus nesta segunda-feira (7).

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

“Único extermínio pelo qual devemos torcer é o do vírus”, diz Davi Alcolumbre

Publicado


source
bolsonaro e alcolumbre
Valter Campanato/Agência Brasil/Imagem de arquivo

Jair Bolsonaro (sem partido) foi defendido por Davi Alcolumbre (DEM-AP) nas redes sociais

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) , disse que os brasileiros precisam caminhar de mãos dadas com respeito às instituições e às autoridades e desejou melhoras ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que anunciou nesta terça-feira (7) que está infectado pelo novo coronavírus. Na contramão das hashtags que “torciam pelo vírus ” que infectou o presidente, Alcolumbre disse que neste momento, o único extermínio que deveria ter torcida seria o da Covid-19.

“O único extermínio que se quer, e pelo qual devemos torcer, é o do vírus . Somente o fim do coronavírus pode impedir que o Brasil chore tantas perdas e a tragédia de tantas mortes”, compartilhou em sua conta oficial do Twitter.

O parlamentar disse ainda que após tantas perdas em decorrência do novo coronavírus, é preciso combater o ódio e direcionar pensamentos e ação para que a solidariedade brasileira seja fortalecida.

“O Brasil já perdeu vidas demais, já sofremos demais e essas perdas são irreparáveis.Logo,em um momento de tamanho sofrimento,precisamos mais do que nunca combater o ódio e direcionar nossos pensamentos e ações para o que temos de melhor como brasileiros que somos: a solidariedade”.

Alcolumbre lembrou que é judeu e carrega a dor da intolerância, e por isso busca se posicionar “de maneira firme” no combate a todas as discriminações e “atitudes raivosas, cheias de ódio e desprovidas de humanidade”.

“Não há “consequencialismo” que deseje a morte de alguém como saída política para uma pandemia sanitária”, concluiu o parlamentar.



Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana