conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil define medidas temporárias para servidores e atendimento em unidades policiais

Publicado


.

Assessoria/PJC-MT

A Diretoria da Polícia Civil de Mato Grosso definiu medidas temporárias, conforme a Portaria 039/2020 , de acordo com o Decreto do Governo do Estado 416/2020, divulgado nesta sexta-feira (20.03), para funcionamento das unidades policiais diante da necessidade de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19). A portaria considera a necessidade de manutenção da prestação de serviços públicos da instituição e a restrição na circulação de pessoas nos ambientes, tanto de servidores, quanto da população. Entre as medidas estão o trabalho em sistema de revezamento nas unidades operacionais, com equipes fixas compostas pelos mesmos policiais; implantação de teletrabalho nas situações definidas pelo Decreto Estadual e redução no número de servidores em circulação, mas preservando o atendimento às situações de urgência.

A Polícia Civil também abriu o sistema da Delegacia Virtual para o pré-registro de todas as ocorrências, além daquelas que já são atendidas virtualmente. Após o preenchimento o pré-registro da ocorrência, o usuário poderá fazer a validação das informações por meio de telefones, sem a necessidade de deslocamento a uma delegacia de polícia.

Servidores que trabalham no atendimento ao público deverão observar para que permaneça o mínimo possível de pessoas no ambiente, obedecendo os critérios definidos no Decreto 416/2020, evitando aglomerações no interior da unidade policial.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, esclarece que serão suspensas, temporariamente, todas as intimações para oitivas de vítimas, investigados ou terceiros em procedimentos policiais que não sejam prioritários, exceto em caso de investigados presos.

O delegado informa ainda que serão suspensas também oitivas de vítimas e investigados maiores de 60 anos de idade, gestantes, lactantes, demais pessoas do grupo de risco, exceto nos casos em que a oitiva seja urgente e imprescindível. Caso as pessoas nas condições elencadas compareçam nas unidades policiais, elas deverão ser dispensadas da oitiva imediatamente.

Advogados, vítimas e demais interessados em inquéritos em tramitação devem ser orientados por telefone ou outro meio de comunicação eletrônica, a encaminharem petições, pedidos e outros requerimentos via correio eletrônico.

Restituições de bens apreendidos aos legítimos proprietários/possuidores deverão ser feitas, preferencialmente, com agendamento, a fim de se evitar aglomerações de pessoas nas delegacias.

Delegacia Virtual

A Delegacia Virtual da Polícia Civil está recebendo registros de todas as ocorrências, evitando o atendimento presencial nas unidades policiais.

Ocorrências de injúria, ameaça, calúnia, difamação, constrangimento ilegal e violação de domicílio no âmbito de violência doméstica também podem ser registrados pela Delegacia Virtual. O registro de ocorrência será feito presencialmente apenas nas situações de urgência.

O cidadão deve preencher todas as informações, de acordo com a ocorrência, e depois entrar em contato pelos telefones para validar os dados: (65) 3901-4838/ 3901-4834 / 98463-3009 / 98463-3698

Afastamento de servidores

Servidores que apresentarem sintomas de tosse seca, febre e dificuldade para respirar não devem comparecer ao trabalho e comunicar a chefia imediata e a Coordenadoria de Gestão de Pessoas. Servidores que regressaram de viagem internacional nos últimos 15 dias, independente de apresentarem sintomas, deverão permanecer em casa por 14 dias e fazer contato com a chefia imediata e a Gestão de Pessoas.

Servidores maiores de 60 anos, gestantes e lactantes ou com doenças crônicas, tais como: diabetes, hipertensão, doenças pulmonares, cardiopatias, doenças autoimunes, neoplasias e doenças renais, deverão trabalhar remotamente.

Os prazos da Corregedoria da Polícia Civil também estão suspensos, durante a vigência da portaria, relativos a processos administrativos disciplinares e sindicâncias desde o dia 16/03. Também ficam suspensas intimações, notificações, citações, inclusive, intimações sobre inquérito policial e termo circunstanciado de ocorrência em tramitação, exceto quando se tratar de investigado preso.

Empresas prestadoras de serviços foram orientadas a aumentar a frequência de limpeza nas áreas de circulação, elevadores, corrimãos, maçanetas e banheiros, em todas as unidades da Polícia Civil e observar os cuidados de higienização entre seus colaboradores.

Eventos e cursos

Atividades docentes da Academia da Polícia Civil também estão suspensas, com exceção daquelas realizadas remotamente.

Ficam suspensas também a realização de eventos nas unidades da instituição, incluindo a sede da diretoria, assim como a designação de servidores para treinamentos.

Servidores e colaboradores deverão observar todas as recomendações do Ministério da Saúde sobre higienização pessoal e condutas de boa etiqueta respiratória, em todos os ambientes, especialmente entre as trocas de plantões.  

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil instala tendas em área externa para pré-atendimentos da Central de Flagrantes

Publicado


.

Assessoria/PC-MT

A Diretoria da Polícia Civil providenciou a instalação de tendas na área externa da Central de Plantão de Cuiabá, que funciona no bairro Verdão, como medida preventiva para reduzir a aglomeração de pessoas no interior do prédio. 

A ação foi tomada diante da necessidade de prevenção para policiais que trabalham no local, tanto civis, quanto militares, e também para quem necessita ir até a central em casos de flagrantes. 

O coordenador de plantões da região metropolitana, delegado Walter de Melo Fonseca Junior, explicou que dentro das medidas tomadas também serão colocadas cadeiras e instalados ventiladores com climatização, permitindo que alguns atendimentos necessários ao registro de flagrantes sejam realizados na área externa, visando reduzir riscos para os policiais e também à população.

“Diante das recomendações sanitárias, é importante reduzir em ambientes fechados a aglomeração de pessoas para evitar a proliferação do coronavírus. Com essa necessidade, a diretoria da Polícia Civil definiu por estruturar esse espaço permitindo que ao chegar no plantão, os policiais possam fazer o pré-atendimento de pessoas conduzidas na área externa”, explicou o delegado. 

Os policiais civis trabalham com uso de máscaras e álcool 70% que foi distribuído às unidades na última semana, na primeira etapa do produto doado ao Governo do Estado em uma parceria com empresas do setor e também com o Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso. 

Recomendações sanitárias 

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. 

A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Policiais prendem autor de homicídio de adolescente em Lucas do Rio Verde

Publicado


.

Assessoria | PJC-MT

O jovem acusado de praticar um homicídio contra um adolescente em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá) foi preso pela Polícia Civil do município na quinta-feira (26.03), durante diligências para apurar o crime. A ação contou com apoio da Polícia Militar do município.

A investigação resultou também na prisão de outro homem, e na apreensão de uma pistola calibre 380, munições, carregadores de pistola, drogas, dinheiro, além de diversos objetos provenientes de delitos. 

Os dois envolvidos, de 23 e 18 anos, foram autuados em flagrante pelos crimes de receptação e uso de drogas. Já o rapaz de 18 anos responderá também por posse ilegal de arma de fogo e munições de uso restrito, e pelo homicídio que acabou confessando.

Os policiais civis realizavam diligências para apurar o crime de homicídio, ocorrido na terça-feira (24.03), no bairro Rio Verde. A vítima, Carlos Gerônimo da Silva de 17 anos, morreu após ser atingida por disparos de arma de fogo na cabeça.

Assim que conseguiram descobrir o suspeito pelo homicídio, os investigadores foram até um endereço, no bairro Cidade Nova, onde verificaram se tratar de um conjunto de quitinetes.

Durante buscas na casa, foi localizada sob a geladeira uma pedra de pasta base de cocaína, e no quarto encontrado uma pistola e objetos sem comprovação fiscal como, aparelho televisor, relógios, celulares, entre outros.

Questionado sobre o homicídio, o rapaz assumiu a autoria do crime, cometido com ajuda de um comparsa. Em seguida, ele levou os policiais civis até outra residência no bairro Jardim Primavera, onde havia escondido os carregadores da pistola apreendida.

Neste endereço, uma pessoa foi abordada e revelou que havia guardado os carregadores a pedido do jovem, em troca de maconha. Na casa também foram localizadas porções de maconha e pasta base de cocaína. 

Ambos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Lucas do Rio Verde, sendo constatada que a arma de fogo apreendida foi furtada de uma residência em janeiro deste ano e tem registro junto ao Ministério do Exército.

Após interrogatório, os dois suspeitos foram autuados em flagrante. O rapaz de 23 anos foi preso por receptação e uso de drogas e o jovem de 18 anos responderá pelos mesmos crimes e ainda pelo homicídio, em apuração.

As investigações continuam para total esclarecimento da motivação do homicídio e verificação de outros possíveis envolvidos. 
 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Dois homens são presos na fronteira levando veículo roubado para Bolívia

Publicado


.

Assessoria | PJC-MT

Dois homens que transportavam um veículo roubado com destino a Bolívia foram presos em flagrante durante mais um trabalho da operação integrada Hórus Vigia deflagrada pela Delegacia Especial de Fronteira (Defron-PJC), Grupo Especial de Fronteira (Gefron-Sesp), Agência Regional de Inteligência da Polícia Militar do 6º Comando Regional(ARI PM 6º CR), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça (Seopi/MJSP).

As ações têm como foco a realização de barreiras intensificando as abordagens e fiscalização de documentação de veículos e condutores. Durante os trabalhos na madrugada desta sexta-feira (27), os policiais depararam com um veículo Volkswagen Gol que seguia outro veículo do mesmo modelo e marca, e que se aproximou do posto de fiscalização, sentido distrito Caramujo, zona rural de Cáceres (228 km a Oeste de Cuiabá).

Ao ser abordado, o motorista ignorou a ordem de parada, acelerando o carro contra os policiais percorrendo aproximadamente um quilômetro sentido posto da PRF. Desta forma, os policiais acionaram a equipe policial mais a frente, porém ao ver a presença da viatura o suspeito tentou jogar o carro para cima dos policiais.

Durante a tentativa de fuga, o motorista saiu da pista, subiu no meio fio e jogou o carro no mato, porém foi detido pela equipe policial. Em checagem no sistema, foi constatado que o veículo conduzido por ele era produto de roubo, ocorrido na cidade de Diamantino, ocasião em que uma família foi feita refém e teve todos os bens da casa subtraídos.

Em continuidade as diligências, os policiais se deslocaram até o distrito de Caramujo conseguindo prender o motorista do outro veículo Volkswagen Gol que estava atuando na função de batedor/olheiro, informando através de telefone celular, sobre a presença de policiais na rodovia. Questionado, o suspeito confessou que receberia R$ 400 para monitorar a estrada até a cidade de Porto Esperidião, onde o veículo seria deixado e posteriormente encaminhado para Bolívia.

Diante da situação, os dois suspeitos foram encaminhados para a Delegacia Especial de Fronteira, onde foram interrogados e autuados em flagrante pelos crimes de receptação e resistência.

 

 

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana