conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil incinera 40 quilos de maconha apreendidos em Nova Canaã do Norte

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Nova Canaã do Norte (699 km ao Norte) realizou na manhã desta quarta-feira (21.08) a incineração de mais de 40 quilos de maconha, apreendidos em ações das Forças de Segurança do município.

A grande quantidade de entorpecente, avaliada em aproximadamente R$ 80 mil, é resultado de ações de combate ao tráfico de drogas na região, realizadas pelas Polícias Civil e Militar, no primeiro semestre de 2019.

A incineração de entorpecentes é um procedimento legal, previsto na Lei 11.343/2006, de Combate ao Tráfico de Drogas. A droga destruída estava devidamente periciada, lacrada, e em envelopes de segurança

Segundo o delegado de Nova Canaã do Norte, Ruy Guilherme Peral da Silva, a apreensão e incineração da quantidade expressiva de entorpecentes representa um duro golpe no tráfico de drogas em toda região, em razão do alto valor que deixou de ser comercializado.

“O tráfico de drogas é um crime que deve ser fortemente combatido pelas Forças de Segurança, uma vez que fomenta outros crimes como roubos, furtos, homicídios, latrocínios e outros mais que assolam a sociedade”, disse o delegado

Participaram do evento, representantes do Ministério Público, Vigilância Sanitária, imprensa local bem como foi comunicada a incineração da droga ao Poder Judiciário e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

 

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de suspeito de descumprir medidas protetivas em Várzea Grande

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de descumprir medidas protetivas contra sua ex-companheira, vítima de violência doméstica e familiar teve o mandado de prisão cumprido na quarta-feira (27.05), em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande (DEDMCI-VG).

A vítima compareceu à especializada no dia 12 de maio, relatando que o ex-companheiro estava inconformado com a separação e que estava a ameaçando de morte, além de proferir diversos insultos contra sua pessoa. Segundo a vítima, ela já havia mudado de endereço três vezes e que mesmo assim ele descobria onde estava e a ameaçava.

Diante da gravidade da situação, e sempre tentando evitar feminicídio, a delegada Mariell Antonini Dias representou pela prisão preventiva do autor, que foi decretada pela Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e cumprida pelos policiais da DEDMCI de Várzea Grande, na quarta-feira (27).

Segundo a delegada, mesmo em período de pandemia, a DEDMCI de Várzea Grande tem atuado intensamente na prevenção e repressão de crimes, atendendo todos os casos urgentes e que precisam de atuação imediata.

 

 

 

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Ação integrada localiza e prende homem procurado pela Justiça de MS e Interpol do Paraguai

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Ação investigativa integrada da Polícia Civil de Campo Verde (131 km ao sul de Cuiabá) e Polícia Militar prendeu na manhã desta sexta-feira (29.05) um homem procurado pela Justiça de Mato Grosso do Sul e pela Interpol do Paraguai. A investigação contou com atuação de equipes da Polícia Civil de Campo Verde e da agência local de inteligência da Polícia Militar do município e de Chapada dos Guimarães.

O suspeito de 48 anos foi localizado em uma casa simples, já na zona rural do município de Chapada dos Guimarães, onde ele mantinha uma borracharia e vivia com a família há dois anos.

Após checagem nos sistemas, os policiais apuraram que contra o homem, que tem dupla nacionalidade (paraguaia e brasileira), havia dois mandados de prisões expedidos pela comarca da justila do município de Sete Quedas (MS).  

Em consulta à Interpol, a Polícia Civil também constatou que o suspeito tem mandados de prisões expedidos pela Justiça paraguaia e que ele consta na lista vermelha dos mais procurados pela Interpol do país vizinho.

Durante a abordagem, o homem apresentou documento em nome de outra pessoa, como tendo nascido em 1978 e natural de Caarapó, também em Mato Grosso do Sul. Contudo, após entrevista na delegacia, ele confessou que o documento é falso, pelo qual pagou R$ 600,00 e pertenceria a um parente já falecido, informação que será apurada.

O delegado de Polícia de Campo Verde, Mário Roberto Santiago Junior, entrou em contato com a Interpol em Assuncion e obteve a informação de que o homem preso responde a diversos crimes no Paraguai. Ele tem, inclusive, envolvimento nas mortes do jornalista paraguaio Pablo Medina Velázquez e de sua assistente, Antónia Marines Almada Chamorro, ocorridas em outubro de 2014, em uma localidade na fronteira dos dois países. Três pessoas foram investigadas pelas mortes, sendo um deles o irmão do homem preso em Campo Verde, que seria o mandante dos homicídios, e um sobrinho dos dois.

Após os procedimentos policiais em Campo Verde, o homem será encaminhado para uma unidade prisional e colocado à disposição do Poder Judiciário.

Mortes

Conforme denúncia do Ministério Público Federal contra um dos acusados pelos crimes, a morte do jornalista foi motivada por uma vingança das três pessoas envolvidas em represália às publicações do jornalista contra os Acosta no ABC Color, jornal de maior circulação no Paraguai. Medina publicou diversas matérias sobre Vilmar, então candidato a prefeito e depois prefeito da cidade paraguaia de Ypejhú, a quem atribuía vínculo com o narcotráfico na fronteira entre o Paraguai e o Brasil e envolvimento em crimes de homicídio nas regiões paraguaias de Villa Ygatimi e Ypejhú. Por conta das matérias, o jornalista recebia ameaças de morte por parte do político.

O crime ocorreu na tarde de 16 de outubro de 2014, em uma emboscada na estrada rural que liga a cidade de Villa Ygatimi à Colônia Ko’e Porá, localizadas no Departamento de Canindeyú. Usando vestimentas militares, tio e sobrinho simularam uma blitz e quando o carro do jornalista parou foi atingido por tiros. A assistente estava no banco do carona e também foi atingida.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Diretores visitam obras de revitalização da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria-geral da Polícia Civil visitou na manhã de quinta-feira (28.05), as obras de revitalização da estrutura da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA). Além do acompanhamento da reforma, a visita tinha a finalidade de verificar o trabalho de atendimento ao público realizado pela unidade na estrutura temporária.

Através de parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos está sendo ampliada e renovando toda a sua estrutura física. A reforma de valor estimado R$ 1,3 milhão tem o objetivo de modernizar as atividades da delegacia, em especial nas áreas de inteligência e investigação, atendendo demandas solicitadas pelos servidores da unidade.

A primeira parte da visita aconteceu na 2ª Delegacia de Polícia de Várzea Grande, onde a DERRFVA está funcionando temporariamente durante o período de obras. Na ocasião, os diretores puderam verificar como é realizado o atendimento ao público e demais atividades desenvolvidas pela delegacia na unidade improvisada.

Posteriormente, os diretores junto aos delegados foram até a sede da DERRFVA onde visitaram os contaneirs e ônibus em que parte da unidade está atuando e passará a atuar em sua totalidade até o final da reforma.

Mesmo durante as obras na sede continuam sendo realizados os serviços de atendimento às vítimas de roubos e furtos, registro de ocorrência e restituição de veículos. Outro trabalho que é realizado no local é o prensamento de veículos que estavam acumulados há anos no pátio da delegacia.

O delegado titular da DERRFVA, Gustavo Garcia Francisco, disse que a visita foi uma oportunidade de mostrar a estrutura montada para fazer o atendimento ao público e também para mostrar o andamento das obras que já está em fase de demolição da área interna do antigo prédio, com as sapatas e fundações já instaladas.

“Durante a visita foi apresentado todo o projeto da nova estrutura, as construções, o fortalecimento das unidades investigativas, que foi aprovado por todos os diretores. Eles também parabenizaram a dedicação dos servidores, que mesmo diante de todas as dificuldades, como mudança de local, trabalho concomitantes com obra, continuam prestando um serviço de excelência ao público”, disse Gustavo.

O delegado-geral, Mário Dermeval Aravechia de Resende, ficou muito satisfeito com as obras ressaltando a importância da parceria com o Detran na revitalização da especializada. “A entrega da unidade totalmente revitalizada com mobiliário novo, iluminação apropriada, auditório e todo um sistema de tecnologia avançada que vai aprimorar o trabalho investigativo, está prevista para dezembro, transformando a unidade em uma das especializadas de roubos e furtos de veículos mais modernas do país”, destacou Dermeval.

A diretora da Diretoria de Execução Estratégica (DEE), Daniela Silveira Maidel, destacou que a visita foi muito produtiva, uma vez que além de conhecer a nova estrutura também foi possível perceber a motivação dos policiais devido a modernização da unidade. “Foi muito gratificante ver a animação dos policiais que mesmo passando por certo desconforto temporariamente, uma vez que precisaram sair da unidade e se alojar em outra delegacia, estão extremamente motivados com a melhoria”, disse a delegada.

Para a diretora metropolitana, Ana Paula de Farias Campos, a reforma e ampliação da DERRFVA trará conforto, dignidade e motivação aos servidores daquela delegacia, bem como resultará em melhoria do atendimento da população. “É o resultado da boa gestão do delegado titular da unidade, Gustavo Garcia e do esforço de toda equipe da unidade, que, com certeza, será refletido de forma positiva a toda sociedade”, concluiu.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana