conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil incinera aproximadamente 200 quilos de drogas apreendidas em Barra do Garças

Publicado

Aproximadamente 200 quilos de entorpecentes apreendidos em ações das Forças de Segurança em Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) foram incinerados pela Polícia Civil, na sexta-feira (13.05). A queima da droga ocorreu em local adequado, em fornos que operam com altas temperaturas.

No montante de drogas estão maconha e pasta base de cocaína apreendidas em vários procedimentos policiais instaurados pela 1ª Delegacia de Polícia Civil de Barra do Garças, relacionados aos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e uso de entorpecentes.

O resultado da ação representa a atuação das forças de segurança local na repressão ao tráfico drogas, desestruturando esse tipo de crime na região. Os trabalhos para a realização da destruição de drogas demandam um grande aparato de segurança e de procedimentos, eis que seguem rigoroso rito previsto em Lei, tratando-se de ato próprio de Polícia Judiciária.

A queima da droga contou com apoio e atuação da Perícia Oficial e Identificação Técnica de Mato Grosso (Politec), que realizou a conferência das drogas periciadas e autorizadas para incineração e também da Vigilância Sanitária Municipal que atuou na fiscalização do processo de incineração.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Adolescente é apreendido em flagrante com porções de maconha em Lucas do Rio Verde

Publicado

A equipe de investigação da Delegacia de Lucas do Rio Verde apreendeu nesta terça-feira (24) um adolescente de 14 anos flagrado em ato infracional ao tráfico de drogas.

Ele foi apreendido em flagrante no bairro Primavera II com uma balança de precisão e 15 porções de maconha.

De acordo com a mãe do adolescente, o menor estava sem fazer uso de medicamento controlado e há dois dias não retornava para casa.

Após a apresentação do adolescente na delegacia e o registro do ato infracional, o procedimento será encaminhado ao Poder Judiciário e Ministério Público.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Homem de 61 anos é preso pela Polícia Civil após abusar sexualmente de enteada de 12 anos

Publicado

A Delegacia da Polícia Civil de São José do Xingú, na região nordeste de Mato Grosso, cumpriu na segunda-feira (23.05) a prisão preventiva de um homem de 61 anos investigado por estupro de vulnerável contra uma adolescente de 12 anos.

De acordo com o delegado Gustavo Ataíde Fernandes, a prisão foi representada à Justiça após a investigação instaurada apontar que a menor de idade sofreu abusos sexuais do padrasto. O mandado de prisão foi deferido pela 3º Vara Criminal da Comarca de Porto Alegre do Norte.

A Polícia Civil apurou que ele tocou as partes íntimas da adolescente em troca de presentes que prometeu à menor. Os fatos ocorreram entre os meses de fevereiro e março deste ano.

A investigação apontou ainda que ele ficava observando a menina tomar banho e ainda teria incentivado os outros dois irmãos da vítima, ambos menores, a manterem relações sexuais entre si, enquanto ele abusava da adolescente. Os irmãos se recusaram a fazer o que o investigado havia pedido.

A mãe dos menores procurou a Polícia depois que pediu que o suspeito saísse de casa. Apesar disso, ele ficava rondando a residência, causando temor na família.

“Além do crime cometido, esse comportamento motivou também a representação pela prisão preventiva, haja vista a gravidade dos fatos e para preservação das vítimas”, destacou o delegado Gustavo Fernandes, acrescentando que o autor do crime se aproveitou da situação de vulnerabilidade econômica da família, que veio do Maranhão sem recursos, para praticar os atos.

A investigação está em fase final e será remetida ao Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Animal vítima de maus tratos é resgatado e mulher detida em flagrante pela Polícia Civil

Publicado

A Delegacia da Polícia Civil de Alta Floresta prendeu na tarde de segunda-feira (23) uma moradora do bairro São José Operário pelo crime de maus tratos a animais.

Após denúncia, a equipe de investigação deslocou ao local, uma chácara e constatou a situação de maus tratos. O cachorro foi capturado e entregue a uma clínica veterinária sob responsabilidade da Associação Amamos Animais da cidade de Alta Floresta. O animal estava amarrado a uma cerca, sem comida e água, em estado de aparente desnutrição.

A mulher de 33 anos foi conduzida à delegacia e autuada em flagrante.

O crime de maus tratos está previsto no artigo 32, da Lei Federal n° 9.605/98. Contudo, a lei 14.064/2020 aumentou a pena para quem maltratar cães e gatos, com punição de 2 a 5 anos de reclusão, multa e proibição da guarda. Caso o crime resulte na morte do animal, a pena pode ser aumentada em até 1/3.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana