conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende 7 e apreende cerca de 200 kg de pescado irregular

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Cerca de 200 quilos de pescado irregular foram apreendidos e sete homens presos em Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá), durante a operação “Rede Maldita” desencadeada pela Polícia Civil do município na sexta-feira (26.06). 

A ação teve como objetivo o combate ao crime ambiental, devida a grande quantidade de redes de pescas e outros materiais que vinham sendo usados de forma ilegal por pescadores nos rios Guaporé e Sararé. 

O trabalho operacional resultou também na apreensão de dois barcos de alumínio, dos motores de popa, uma caminhonete e aproximadamente sete bolos de redes de pesca. Os sete suspeitos, entre idades de 18 a 50 anos, foram autuados em flagrante por crime contra o meio ambiente (transportar, comercializar, beneficiar ou industrializar espécimes provenientes da pesca proibida). 

As investigações iniciaram após denúncia anônima sobre um grupo de pescadores que vinham praticando ilegalmente a pesca usando redes para capturá-los, modo considerado como pesca predatória.  

Diante das informações os policiais civis foram até a região na zona rural do município, quando avistaram uma caminhonete F-400 transportando dois barcos e algumas pessoas sobre o veículo. 

Ato contínuo foi realizada a abordagem veicular sendo encontradas caixas térmicas contendo diferentes espécies de peixes, varas de pescar e redes utilizadas para a pesca predatória.  

Diante dos fatos os setes suspeitos que estavam a bordo da caminhonete foram detidos e junto com os materiais foram conduzidos para Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade, onde foram interrogados e autuados em flagrante pela prática de crimes contra a fauna de transportar, comercializar, beneficiar ou industrializar espécimes provenientes da pesca proibida. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Policiais civis localizam camionete roubada em Cuiabá e prendem dois homens

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Policiais civis de Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá) recuperaram neste sábado, 11 de julho, uma caminhonete Toyota Hilux roubada em Cuiabá na última quarta-feira.

Uma equipe de investigadores da Delegacia da Polícia Civil realizava monitoramento de um suposto local de venda de entorpecentes, quando dois homens saíram do imóvel e vieram na direção dos policiais, que os abordaram. Um deles estava com entorpecente. Diante da suspeita, os investigadores realizaram busca no imóvel e encontraram a camionete encoberta por uma manta. Em verificação, os policiais checaram que o veículo estava com placa clonada de outro carro da mesma marca e modelo. Com a confirmação da placa real do veículo, os investigadores constataram o registro de roubo.

De acordo com a ocorrência, o roubo ocorreu na Capital no dia 08 de julho, no bairro Jardim Cuiabá, quando o veículo das vítimas foi fechado por um carro Honda Civic e carona desembarcou portando uma arma de fogo e fez o assalto.

Os suspeitos abordados em Pontes e Lacerda alegaram que receberam o veículo de uma pessoa não identificada, que teria deixado a caminhonete na casa, possivelmente para que fosse transportada para a Bolívia.

Levados à Delegacia da Polícia Civil, os dois foram autuados em flagrante pelo crime de receptação e, posteriormente, encaminhados ao Centro de Detenção de Pontes e Lacerda.

As investigações continuam para  identificar outros suspeitos de participação no esquema criminoso.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Quatro pessoas são presas em fazenda na fronteira com mais de 160 quilos de drogas

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Força-tarefa de combate a crimes na região de fronteira apreendeu na noite de sexta-feira (10.07) na área rural do município de Cáceres, quatro pessoas da mesma família suspeitas de tráfico de entorpecentes. Foram apreendidos na sede da fazenda 99 tabletes de maconha tipo ‘skunk’, 60 quilos de ácido bórico e 34 tabletes de pasta base de cocaína, além de armas.

A apreensão do entorpecente foi realizada em ação integrada entre a equipe Delegacia Especial de Fronteira (Defron), Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e 6°Comando Regional da Polícia Militar.  

A polícia recebeu a informação de que em uma propriedade agrícola localizada às margens da BR-070, próxima ao Córrego Padre Inácio, havia chegado uma grande quantidade de drogas transportada por ‘mulas’ e que o gerente da fazenda estaria dando suporte à ação delitiva.

Diante das informações, as equipes das unidades foram até a fazenda e ao chegar ao local surpreendeu o gerente avisando o grupo de ‘mulas’ para se esconder, momento em os policiais avistaram sete pessoas suspeitas embrenhando-se na mata. Ao fazer cerco e varredura na área foram localizadas sete mochilas com drogas e duas espingardas calibre 22.

As quatro pessoas que estavam na propriedade, todas da mesma família, foram presas em flagrante e conduzidas à Defron, onde foram autuadas pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo de uso permitido.

A ação policial faz parte da Operação Hórus-Vigia, do Ministério da Justiça e Segurança Pública na região de fronteira.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito de furto a agência bancária e empresa agrícola é preso em flagrante

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Policiais civis da Delegacia de Campos de Júlio (553 km a nordeste de Cuiabá) prenderam em flagrante na noite de sexta-feira, 10 de julho, um homem suspeito pelo furto praticado em uma agência do banco Bradesco da cidade.

Fechadura do banco arrombada pelo criminoso

Coordenada pelo delegado plantonista Maurício Maciel, a equipe de investigadores chegou ao suspeito após realizar diligências para apurar o crime ocorrido na madrugada de sexta-feira na agência bancária.  

Conforme apuração, o suspeito de 19 anos, entrou no interior da agência arrombando a fechadura de uma porta e furtou um telefone celular, crachá de funcionário, carregadores e outros pertences. O suspeito tentou arrombar o caixa eletrônico, mas não teve sucesso.

Após comunicação da ocorrência, os investigadores realizaram levantamentos, e apuraram que o suspeito estaria se escondendo nos fundos do prédio da antiga agência de um banco cooperativo. Os policiais realizaram uma busca e encontraram o rapaz acampado em uma barraca nos fundos do prédio. Ele tentou fugir pulando um muro, mas foi capturado pelos investigadores que cercavam o perímetro.

Com o suspeito foram encontrados os bens furtados da agência do Bradesco. Com ele também foram encontrados outros materiais, como botinas, óculos de proteção e equipamentos de alto valor que teriam sido furtados recentemente de um armazém da empresa Amaggi e uma bicicleta objeto de furto ocorrido em Sapezal.

Materiais de EPI furtados da empresa agrícola

O suspeito admitiu a prática dos furtos e disse que já havia vendido diversos pares das botinas para terceiros. Os investigadores continuaram as diligências e identificaram três pessoas que tinham comprado as botinas por preço desproporcional. As três foram autuadas pelo crime de receptação culposa.

Durante a condução à Delegacia de Campos de Júlio, o suspeito dos furtos praticou outro crime, quando danificou propositalmente o veículo policial.  

Os policiais apuraram ainda que o rapaz condenação por furto de veículos na Comarca de Vilhena (RO) e que estaria descumprindo as obrigações de seu regime penal.

Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de furto majorado (durante repouso noturno) e qualificado (mediante rompimento de obstáculo) e de dano qualificado. Contra as três pessoas que adquiriram as botinas do rapaz foram lavrados Termos Circunstanciados de Ocorrência pelo  crime de receptação culposa (adquirir coisa que pela desproporção entre o valor e o preço, ou pela condição de quem a oferece, deve presumir-se obtida por meio criminoso).

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana