conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende estelionatário por falsa comunicação de crime em Jaciara

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem suspeito de envolvimento em golpes e crimes de estelionato, praticados em vários região do Brasil, foi preso pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, na tarde de quinta-feira (19.09), no município de Jaciara (144 km ao Sul da Capital).

O suspeito, L.C.C. de 35 anos, foi autuado em flagrante por comunicação falsa de crime, após comparecer na Delegacia de Polícia de Jaciara para registrar em suposto roubo, o qual nunca aconteceu.

Conforme boletim de ocorrência feito pelo suspeito, ele foi vítima de um assalto, ocorrido na Rodovia BR 364. Na narrativa foi comunicado que dois indivíduos armados teriam levado o veículo da vítima, todos os documentos, cartão de crédito, bem como a quantia de R$ 800,00 em dinheiro.

Entretanto, no decorrer do depoimento, o suspeito passou a entrar em contradição, chamando assim, a atenção dos policiais civis. Inicialmente, L.C.C. disse que o automóvel roubado pertencia a uma tia. Em seguida, alegou que o carro era de propriedade da sua mãe. Ainda na sequência, alegou que o veículo era de um parente da parte paterna.

Diante dos fatos confusos, L.C.C. acabou contando que há cerca de 2 anos integra um grupo de estelionatários, exercendo a função de registrar boletins de ocorrência falsos. Para cada documento confeccionado, o mesmo recebia o valor de R$ 2 mil.

Ainda segundo o suspeito, o delito de falsa comunicação de crime, foi praticado mais de doze vezes em diversas cidades de diferentes Estados.

Com base na confissão, o suspeito foi autuado pelo delegado Sidarta Vidigal de Almeida, por comunicação falsa de crime, e posteriormente colocado à disposição da Justiça.

As investigações continuam com objetivo de identificar os outros possíveis comparsas do preso.

 

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil prende traficante com 11 tabletes de maconha e porções preparadas para venda em Rondonópolis

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT 

Onze tijolos e meio de maconha e mais de 20 porções da mesma substância foram apreendidos pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (04.06) no município de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf).

O trabalho resultou na prisão de um traficante responsável pelo ponto de venda de drogas, onde o entorpecente foi apreendido. O jovem, de 21 anos, foi autuado em flagrante por tráfico de droga.

Os policiais civis realizavam diligências de combate ao tráfico de drogas na região do bairro Jardim Sumaré, quando identificaram um morador do bairro que atuava intensamente com a atividade ilícita;

Durante monitoramento da casa, foi percebido a grande movimentação de usuários no local, além de ser levantada a informação de que o investigado estaria com expressiva quantidade de drogas na imóvel.  

Na manhã desta quinta-feira (04), os policiais civis da Derf avistaram a presença de vários usuários no endereço, que ao perceberem a aproximação da equipe policial evadiram em motocicletas, incluindo o próprio morador da residência. Os policiais saíram em perseguição do suspeito, que ao ser abordado quebrou o seu aparelho celular jogando contra o asfalto e ainda tentou correr, mas foi contido.

Em seguida, os policiais retornaram no endereço, onde apreenderam a considerável quantidade de maconha, totalizando 11 tabletes e meio, mais 21 porções menores prontas para vendas, balanças de precisão, caderno com anotações do tráfico, máquina para cartão, cerca de R$ 50 em dinheiro, além de diversos materiais usados para o crime.

Diante do flagrante o suspeito foi conduzido para Derf Rondonópolis junto a todo material apreendido, interrogado e autuado por tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, o preso foi apresentado para audiência de custódia e colocado à disposição da Justiça.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil de Barra do Garças recebe 700 máscaras doadas pelo Sistema Prisional

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) recebeu mais de 700 máscaras de proteção facial doadas pelo Sistema Penitenciário do município. 

O trabalho de cunho social e preventivo foi realizado com parceria do diretor da Cadeia Pública de Barra do Garças, Maikon da Costa Oliveira.

A ação de parceria entre as instituições vinculadas a Segurança Pública, proporcionou a entrega de 715 máscaras de proteção ao coronavírus que serão distribuídos para os servidores lotados nas unidades policiais de Barra do Garças.

O material doado foi confeccionado pelos reeducandos da Cadeia Pública do município, e serão utilizadas pelos policiais civis em atividade, que receberam cada um 5 unidades do equipamento de proteção individual.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil resgata vítima que seria assassinada por organização criminosa em Primavera do Leste

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem, de 29 anos, que era mantido em cárcere privado e torturado por uma associação criminosa foi resgatado pela Polícia Civil, na segunda-feira (01.06), em diligências realizadas pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Primavera do Leste (231 km ao Sul de Cuiabá), Núcleo de Inteligência e Delegacia Municipal. A vítima era mantida em um buraco com os pés e as mãos amarrados e seria jogada no Rio das Mortes para se afogar.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, sete pessoas participaram da tentativa de homicídio. Durante os trabalhos, dois dos envolvidos foram presos e um menor foi apreendido por participação na ação criminosa, além de ser realizada a apreensão de drogas, aparelhos eletrônicos e dinheiro.

As diligências, coordenadas pela delegada Anamaria Machado, iniciaram após as equipes da Polícia Civil receberem denúncias anônimas sobre o local em que a vítima estava. Segundo as informações, a vítima era torturada por membros da organização criminosa desde a noite de domingo (31.05) e seria morta afogada no Rio das Mortes.

Segundo as investigações, a vítima estava em uma casa ingerindo bebida alcoólica com uma mulher que começou a acusá-lo de assédio, fato que teria motivado o crime, uma vez que filho da mulher é integrante da facção criminosa e foi identificado com um dos envolvidos na tortura. A Polícia ainda investiga se a mulher teve participação na tentativa de homicídio e se também tem envolvimento com o grupo criminoso.

Quando os policiais chegaram ao local do cativeiro, a vítima estava em um buraco com os pés e as mãos amarradas, sem nenhuma condição de mobilidade, totalmente a mercê dos criminosos. Segundo a delegada, Anamaria Machado, o buraco foi tampado com uma manta utilizada para a cachorra da casa dormir. “Ele estava coberto como se tivesse enterrado”, disse a delegada.

O delegado regional de Primavera do Leste, Carlos Roberto Moreira de Oliveira, disse que a vítima não tem envolvimento com o mundo do crime. “Fizemos o levantamento da vida pregressa dele e não encontramos, pelo menos, até o momento, nenhum envolvimento da vítima em ações criminosas”, destacou.

Ainda segundo o regional, a Polícia Civil de Primavera do leste tem trabalhado fortemente para impedir ações da organização criminosa no município, com destaque para a atuação voltada ao tráfico de drogas.

Exemplo deste combate aconteceu no mês de maio, quando a Polícia Civil fechou quatro bocas de fumo em Primavera do Leste. O trabalho coordenado pelo delegado regional Carlos Roberto Moreira de Oliveira, junto a delegada titular da Derf, Anamaria Machado resultou ainda em oito pessoas presas, além de apreensões de quantias significativas de drogas como cocaína e maconha, carros e motocicletas utilizadas para tráfico.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana