conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil recebe equipamentos de informática em parceria com Ministério Público

Publicado

Assessoria/PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil recebeu nesta quarta-feira (16.10) a doação de equipamentos de informática do Ministério Público Estadual. O termo de doação foi assinado pelo procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, pelo delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval de Resende e pela diretora de Execução Estratégica da PJC, Daniela Silveira Maidel.

Foram entregues 37 computadores completos, 38 CPUs, 25 impressoras e 212 nobreaks. Os equipamentos serão destinados às delegacias do interior do estado para reforçar o trabalho desenvolvido pelas equipes policiais.

“Esses computadores vêm em boa hora, pois a Polícia Civil já estava com seu estoque quase zerado em relação à quantidade de computadores. Esses equipamentos são cruciais para que os trabalhos ocorram da melhor forma”, destacou o delegado-geral da Polícia Civil.

O procurador-geral de Justiça também falou sobre a importância da parceria. “Sabemos das demandas das delegacias. Esses equipamentos vão ajudar no trabalho de investigação que, ao final do inquérito, segue para o Ministério Público verificar se oferece ou não a denúncia”, destacou.

Os computadores doados eram utilizados pela Procuradoria-Geral de Justiça e Promotorias do interior. Todos os equipamentos estão em boas condições de uso.

Com informações da Assessoria MPE-MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil prende foragido de justiça e receptador em ações distintas em Rondonópolis

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) efetuou a prisão de dois homens durante diligências distintas realizadas na segunda-feira (01.06). As ações deflagradas pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) resultaram na prisão de um foragido da Justiça e de outro suspeito por receptação, além da recuperação de vários objetos furtados.

Na primeira ocorrência no final da manhã, os policiais civis localizaram em uma casa comercial no bairro Residencial Buriti, um rapaz de 33 anos, com mandado de prisão em aberto. 

O procurado foi abordado em uma revendedora de motocicletas, e após constatada da ordem judicial em aberto, ele foi conduzido à Derf Rondonópolis para o devido cumprimento de prisão, sendo posteriormente colocado à disposição do Poder Judiciário.

A segundo prisão ocorreu no final da tarde de segunda-feira (01), durante diligências para apurar um crime de furto ocorrido no início do mês de maio, em uma casa comercial agrícola.

O suspeito, de 46 anos, foi autuado em flagrante por receptação, após ser surpreendido pelos policiais civis em uma oficina no bairro Pedra 90, em Rondonópolis.  Com ele foram apreendidos os equipamentos e utensílios provenientes do furto, como motosserra, serra circular, aparador de cerca viva e relógio de pulseira.

Diante dos fatos o suspeito foi conduzido junto com todo material apreendido para a Derf Rondonópolis, onde foi interrogado e responderá pelo crime de receptação.

 

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende mulher em posse de medicamentos abortivos em Cuiabá

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma mulher que atuava com a venda de medicamentos abortivos em Cuiabá foi presa em flagrante pela Polícia Civil, na segunda-feira (01.06), em ação realizada pela Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon). A suspeita, de 21 anos, foi flagrada com comprimidos conhecidos como “Cytotec”, medicamento de princípio ativo de uso restrito no Brasil.

Os policiais da Decon realizaram a abordagem da suspeita logo após ela ter recebido a encomenda, que foi entregue pelos Correios.

Questionada, ela confessou que comprou o medicamento abortivo e disse que entregaria o produto para uma colega de trabalho que estava grávida e queria abortar, porém a equipe da Polícia Civil levantou outras indícios que apontavam que a suspeita estava comercializando e distribuindo o medicamento para outras mulheres.

Segundo o delegado da Decon, Rogério da Silva Ferreira, durante interrogatório a suspeita entrou em contradição várias vezes e chegou a dizer que esta é a terceira vez que consegue o medicamento abortivo.

Diante dos fatos, a suspeita foi autuada em flagrante pelo crime de vender, distribuir ou entregar a consumo medicamento sem registro nos órgãos competentes e de procedência ignorada, considerado crime hediondo com pena de até 15 anos de prisão.

“Agora, a Polícia Civil trabalha para identificar gestantes que tenham encomendado o medicamento com a suspeita, sendo uma delas já identificada. A mulher que está no quarto mês de gravidez deve ser ouvida nos próximos dias”, disse o delegado.

O uso de procedimentos inseguros de interrupção voluntária da gravidez pode levar à hospitalização da gestante, com complicações e até a morte da mulher, além de poder ocasionar a morte do feto e de ser crime no Brasil.

A pena pode chegar até três anos de prisão para a gestante que praticar o autoaborto, e de até quatro anos de prisão para o terceiro que a auxilia, podendo ainda a pena pode ser duplicada se o procedimento levar a gestante a morte. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre seis mandados em operação de combate ao tráfico de drogas em Juína

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Seis mandados judiciais foram cumpridos pela Polícia Civil, na segunda-feira (01.06), na operação “Lince” deflagrada com objetivo de combater o tráfico de drogas em Juína (735 km a Noroeste de Cuiabá).

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Marco Bortolotto Remuzzi, a operação foi desencadeada com base em uma longa investigação da Polícia Civil de Juína para apurar o tráfico de drogas no município.

Com base nas apurações, foram decretadas seis ordens judiciais contra os identificados, sendo quatro mandados de busca e apreensão domiciliar e dois de prisão preventiva, que foram cumpridos na segunda-feira (01).

Em um dos alvos de mandado de busca, os policiais realizaram a apreensão de um menor de 16 anos envolvidos com o tráfico de drogas no município. Na mesma casa, também estava uma adolescente de 13 anos, usuária de drogas.

Um maior de idade que estava no local também foi detido e autuado em flagrante por corrupção de menores. Ele pagou fiança arbitrada em dois salários-mínimos e responderá pelo crime em liberdade.

As prisões preventivas decretadas contra suspeitos que tiveram identificado o envolvimento com o tráfico de drogas e organização criminosa foram cumpridas, uma delas no município de Castanheira e a outra em Comodoro. Durante os trabalhos foram apreendidas diversas porções de cocaína e elementos que compravam a atuação dos suspeitos com a atividade ilícita.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana