conecte-se conosco


Nacional

Prefeito de BH diz que “acha difícil” retorno de aulas presenciais sem vacina

Publicado


source
Alexandre Kalil
Divulgação

Alexandre Kalil afirmou ainda que as aulas remotas são “agressão à pobreza”


Nesta terça-feira (11), o prefeito Alexandre Kalil (PSD) comunicou que as aulas presenciais não devem retornar em Belo Horizonte até que uma  vacina se mostra segura e eficaz contra a Covid-19. O prefeito informou ainda que rede pública e particular devem voltar a operar no mesmo período.


“Aula em Belo Horizonte só retornará juntas e creio que, quem tem filho em casa, a última coisa que quer é mandar o filho para o meio de uma guerra”, disse. ” E acho muito difícil aula sem vacina em Belo Horizonte “, acrescentou.

Segundo Kalil, o motivo do retorno sincronizado é evitar que haja aumento da desigualdade social na capital mineira. À Rádio CBN, ele se referiu às aulas on-line como “agressão à pobreza”.

“Aula remota é uma humilhação a quem é mais pobre. […] O pobre é um cara que não teve oportunidade e na hora que você abrir a escola particular, você vai abrir um abismo gigantesco entre a pobreza e a riqueza e esse abismo na minha cidade eu não vou abrir”, expressou o prefeito.

A capital de Minas Gerais está sem aulas desde o dia 18 de março, quando as atividades foram interrompidas. Todo estado passa por uma alta da Covid-19.

No Brasil, estão sendo testadas atualmente a vacina de Oxford , da AstraZeneca, que está na Fase 3 e será desenvolvida em parceria com o Brasil; e a candidata da chinesa Sinovac Biotech , em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

A previsão é de que uma vacina possa se mostrar eficaz até o início do próximo ano.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Menor rapta criança de 6 anos durante sono para estuprá-la

Publicado


source
sombras
Elza Fiuza/Agência Brasil

Imagem ilustrativa

Um jovem de 17 anos foi levado à polícia por moradores da aldeia Rancho Jacaré, no Mato Grosso do Sul , após raptar uma criança de seis anos que estava dormindo, levá-la a um matagal e estuprá-la.

Segundo ocorrência, o suspeito era primo da vítima e já tinha passagem pela polícia por outro estupro cometido no ano de 2018. A criança foi encontrada abandonada em um matagal e com graves ferimentos algumas horas após a mãe perceber que ela não estava na cama.

Para justificar o crime, o menor de idade afirmou que estava embriagado. Ele foi transferido para a Unidade Educacional de Internação de Dourados, onde deve cumprir internação. Não há informação sobre quanto tempo ele deve passar no local. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Recém-nascida é abandonada em saco plástico na Zona Norte de SP

Publicado


source
bebê
PMSP/Reprodução

Bebê foi abandonado dentro de saco plástico

A Polícia Civil de São Paulo investiga o abandono de uma recém-nascida ainda com o cordão umbilical  dentro de um saco plástico na frente de uma casa no Parque Edu Chaves, na Zona Norte de São Paulo, no sábado (19).

Segundo ocorrência, os responsáveis por encontrar a criança foram os próprios policiais militares, acionados após uma ligação de um morador da região. Eles encontraram a recém-nascida enrolada em um cobertor dentro do saco e a levaram para o Hospital São Luiz Gonzaga, no bairro do Jaçanã.

Após receber os primeiros cuidados, a menina passa bem. O abandono será investigado pela delegacia do 73º Distrito Policial.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Estudo da FGV aponta que pandemia provocou queda de renda de 20,1%

Publicado


source
undefined
Agência Brasil

Estudo da FGV aponta que pandemia provocou queda de renda de 20,1%

Rio – O primeiro trimestre da pandemia de covid-19, declarada oficialmente em 11 de março, ocasionou uma perda média de 20,1% na renda dos brasileiros, baixando o valor de R$ 1.118 para R$ 893 mensais. No cálculo, consideram-se mercados formal e informal e também a parcela de trabalhadores sem emprego.

No período, o coeficiente de Gini, usado para mensurar o nível de desigualdade social, aumentou 2,82%. Os apontamentos constam da pesquisa Efeitos da pandemia sobre o mercado de trabalho brasileiro, coordenada pelo economista Marcelo Neri, da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Conforme demonstra o estudo, observa-se que tanto a queda média na renda como o índice Gini atingiram nível recorde quando analisadas variações da série histórica, iniciada em 2012. Enquanto os mais pobres viram a renda encolher 27,9% – de R$ 199 para R$ 144 -, o impacto foi de 17,5% – de R$ 5.428 para 4.476 -, entre os 10% mais ricos do país.

Os pesquisadores atribuem a queda de mais de um quarto da renda à redução da jornada de trabalho, que foi de 14,34% na média nacional, e a outros fatores, como a própria diminuição na oferta de vagas. A taxa de ocupação, isto é, a parcela da força de trabalho que possui um emprego, também caiu 9,9%.

O estudo afirma que a situação pesou mais entre indígenas, analfabetos e jovens de 20 a 24 anos. De acordo com os pesquisadores, mulheres foram mais afetadas, com 20,54% de queda na renda, contra 19,56% dos homens.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana