conecte-se conosco


Economia

Prejuízo da Embraer sobe 23% no primeiro trimestre e registra R$ 160 milhões

Publicado


Avião da Embraer
Divulgação/Embraer

Apesar do prejuízo, Embraer manteve carteira de pedidos em dia


A Embraer registrou prejuízo líquido atribuído aos acionistas de R$ 160,8 milhões no primeiro trimestre deste ano. De acordo com informações divulgadas pela empresa nesta quarta-feira (15), o número revela alta de 23% em comparação com o prejuízo registrado no mesmo período do ano passado.

Leia também: Eletrobras tem lucro de R$ 1,3 bilhão no primeiro trimestre

Já o prejuízo líquido ajustado, ou seja, o prejuízo sem impostos, foi de R$ 229,9 milhões nesses primeiros três meses. Segundo a Embraer
, em 2018, a perda líquida ajustada havia sido de R$ 208,9 milhões.

Além do recuo nas contas, a fabricante brasileira 
também informou que as entregas de aeronaves foram menores neste primeiro trimestre, o que negativou o resultado operacional em R$ 53,7 milhões. Em 2018, quando o resultado operacional registrou prejuízo
de R$ 27,7 milhões, 25 aeronaves foram entregues, três a mais do que neste ano, quando a empresa entregou 22.

Leia também: BNDES registra lucro de R$ 11,1 bilhões no primeiro trimestre

Apesar da diminuição, a Embraer manteve a previsão de entregar de 85 a 95 jatos comerciais e 90 a 110 jatos executivos, com US$ 16 bilhões na carteira de pedidos. Um ano antes, a carteira era de US$ 19,5 bilhões.

Boeing-Embraer

Na última semana, a Embraer informou que não iria apresentar as informações financeiras trimestrais (ITR) dentro do prazo da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) já que a parceria com a companhia americana Boeing
vai separar os ativos e passivos da área comercial da empresa.

Os números do balanço divulgado nesta quarta-feira (15), portanto, não consideram os efeitos da do acordo entre Embraer
e Boeing

.

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Acumulada, Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 45 milhões nesta quarta-feira

Publicado


source
bilhete mega-sena
Agência Brasil

Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 45 milhões nesta quarta-feira (3)

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (3) um prêmio de R$ 45 milhões. As seis dezenas do concurso 2.267 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo.

Leia também: Dinheiro da aposta não serve só para premiar: quem ganha com recurso da loteria?

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país, e também pela internet, sem sair de casa. Com seis dezenas, o bilhete simples da Mega-Sena custa R$ 4,50.

No concurso 2.266, realizado no último sábado (30), as dezenas sorteadas foram: 10-23-31-37-58-59, e ninguém acertou os seis números, então o prêmio acumulou, passando de R$ 38 milhões para R$ 45 milhões.

Como apostar de casa

Para concorrer ao prêmio sem sair de casa, não é possível optar pela aposta mínima, de R$ 4,50. No site da Caixa, o valor mínimo para apostar na Mega-Sena é de R$ 30, seja com uma única aposta ou mais de uma.

Uma aposta com 7 números, e não 6, que te dá mais chance de ganhar, custa R$ 31,50. Outra opção para atingir o preço mínimo é fazer sete apostas simples, que juntas têm o mesmo valor, R$ 31,50. Além disso, os bolões, disponíveis online, são uma boa opção.

Como funciona a Mega-Sena

O concurso é realizado pela Caixa Econômica Federal e pode pagar milhões ao sortudo que acertar as seis dezenas. Os sorteios ocorrem ao menos duas vezes por semana – normalmente, às quartas-feiras e aos sábados. O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, as chamadas Quadra e Quina, respectivamente.

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a Surpresinha – nesse modelo, o sistema escolhe automaticamente as dezenas que serão jogadas. Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, a chamada Teimosinha.

Premiação

Os prêmios iniciais costumam ser de aproximadamente R$ 3 milhões para quem acerta as seis dezenas. O valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor. Também é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para isso, é preciso marcar de seis a 15 números do volante.

O prêmio bruto da Mega-Sena corresponde a 43,35% da arrecadação. Deste valor:

  • 35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados;
  • 19% entre os acertadores de cinco números (Quina);
  • 19% entre os acertadores de quatro números (Quadra);
  • 22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos terminados com final zero ou cinco; e
  • 5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Instituto Êxito lança movimento Empreendedorismo de Sobrevivência

Publicado


source
Janguiê Diniz
Instituto Êxito/Divulgação

Janguiê Diniz é presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo e participará de lives no seu perfil do Instagram

Os impactos sociais, financeiros e, sobretudo, psicológicos causados pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) estão afetando muitas pessoas. Uma das medidas para ajudar os empreendedores parte do Instituto Êxito de Empreendedorismo , que criou o movimento Empreendedorismo de Sobrevivência.

Entre suas ações, acontece uma série de lives no Instagram com experts do seguimento. A primeira aconteceu nesta segunda-feira (2), com a CEO da Atom, Carol Paiffer e o fundador da Ser Educacional e presidente do Grupo Ser Educacional, Janguiê Diniz.

Veja também:  Instituto Êxito doará 5 toneladas de alimentos para barraqueiros em Recife

“Esse movimento foi criado para auxiliar pessoas que estão sem norte nesse momento. A primeira live foi extremamente enriquecedora e produtiva e no nosso bate papo conseguimos levantar questões importantes, falamos da situação atual e de como passar por esse momento com o menor impacto negativo possível”, relata, Janguiê Diniz.

“A participação de quem assistiu, fazendo perguntas e interagindo também foi fundamental para o sucesso do nosso debate”, acrescentou o empresário.

Sobre o movimento, Carol Paiffer afirma que “muitas pessoas estão precisando de orientação para tocar os seus empreendimentos e uma boa dose de estímulo pode fazer total diferença. É por isso que nos unimos e estamos empenhados em auxiliar os empreendedores, afinal, empreender agora é de fato uma questão de sobrevivência”, finaliza a sócia fundadora do Êxito.

Saiba mais:  Está de quarentena? Instituto Êxito oferece 300 cursos online gratuitos

As lives seguem durante as próximas três semanas e contam com nomes como o especialista negócios digitais e fundador da Be Academy, Bruno Pinheiro (03/06); o ex-jogador de futebol, palestrante e empreendededor, Juliano Belletti (04/06); o hipnotista , Pyong Lee (05/06); e a especialista em treinamentos de autoconhecimento e inteligência emocional Heloísa Capelas (07/06), entre outros.

As lives acontecem sempre no perfil dos participantes no Instagram. Confira os horários das próximas:

  • Dia 03/06 – Live Janguiê Diniz (@janguiediniz) e Bruno Pinheiro (@brunopinheiro.me), às 13h09.
  • Dia 04/06 – Live Janguiê Diniz (@janguiediniz) e Juliano Belletti (@julianobelletti), às 12h09.
  • Dia 05/06 – Live Janguiê Diniz (@janguiediniz) e Pyong Lee (@pyonglee), às 13h09.
  • Dia 07/06 – Live Janguiê Diniz (@janguiediniz) e Heloísa Capelas (heloísacapelas), às 21h09.

A programação completa será divulgada nas redes sociais do Instituto Êxito de Empreendedorismo.

A segunda etapa, que acontece entre os dias 8 e 12 de junho terá  entrevistas para o programa Inova 360, da Record News. Empreendedores de peso, que vão falar sobre o presente, o passado e futuro, sem previsões, mas sim com visões de como enfrentar o cenário atual e se preparar para o que virá.

O objetivo é auxiliar os empreendedores que precisam sobreviver à crise. Seu encerramento acontece com um congresso on-line totalmente gratuito , no próximo dia 28.

Sobre o Empreendedorismo de sobrevivência

Empreender, durante a pandemia da Covid-19, virou questão de sobrevivência. É por isso que o Instituto Êxito de Empreendedorismo lançou o movimento Empreendedorismo de Sobrevivência, uma série de ações que vão ajudar os empreendedores brasileiros a enfrentarem esse período de crise.

Leia mais:  Parceria entre Instituto Êxito e prefeitura vai beneficiar mais de 20 mil alunos

Sobre o Instituto Êxito

O Instituto Êxito de Empreendedorismo é o resultado de um sonho que envolve empreendedores visionários dos mais variados segmentos do Brasil. Hoje, já conta mais com mais de 400 sócios que compactuam de um mesmo propósito: fazer do empreendedorismo a turbina para impulsionar vidas e histórias.

O Êxito tem a filosofia de que, independente da classe social e econômica, qualquer pessoa pode transformar suas ideias em ações que mudem e melhorem a realidade e a comunidade na qual vive.

Por isso, nasceu com o objetivo de estimular o dom empreendedor dos jovens, especialmente os de escolas públicas, onde há muitos talentos escondidos e boas ideias a serem impulsionadas.

Nomeado como uma instituição sem fins lucrativos, seu principal plano de ação está em oferecer uma plataforma de cursos on-line e gratuitos, além de realizar diversas ações voltadas para o fomento ao empreendedorismo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Comércio protocola ações de segurança para reabertura em São Paulo

Publicado


source

Agência Brasil

comércio fechado são paulo
Rosavena Rosa/Agência Brasil

Comércio protocolou ações de segurança para reabertura segura em São Paulo

A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) protocolou na prefeitura recomendações para a retomada das atividades comerciais e de prestadores de serviços como medida de prevenção para conter a pandemia da Covid-19.

Leia também: Governo institui medida de acesso a crédito para pequenas e médias empresas

No documento, constam oito diretrizes básicas para que os comerciantes possam receber os clientes de forma segura e responsável.

Entre as recomendações, figuram a redução da ocupação nos ambientes de trabalho em até 35%; evitar abrir os estabelecimentos em horários de pico, nos quais os sistemas de transporte estejam mais ocupados ou mais utilizados; uso obrigatório de máscaras por todos os funcionários e clientes; disponibilizar álcool em gel 70% para uso obrigatório para higienização das mãos; deixar em evidência indicação de distanciamento mínimo de 1,50m entre as pessoas; manter todas as áreas comuns arejadas com abertura das portas e janelas; higienizar, com frequência, as áreas comuns e os sanitários; e preservar os grupos de risco em locais adequados e apropriados.

Segundo o presidente da ACSP, Alfredo Cotait Neto, a expectativa é que o protocolo seja aprovado pela prefeitura para que as empresas que estão nessa fase possam começar a operar o mais rápido possível, mesmo diante de certas limitações. A entidade aguarda a homologação do documento pelo prefeito Bruno Covas (PSDB).

“Junto a esses itens, anexamos ao protocolo uma cartilha elaborada pela ACSP, que contém orientações de adequação, visando cumprir todas as exigências da prefeitura para que os comerciantes possam abrir o seu negócio com o máximo cuidado com a saúde de todos”, finalizou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana