conecte-se conosco


Política MT

Presidente da ALMT aponta necessidade de seguir com reformas para Estado avançar

Publicado

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Autoridades compareceram à solenidade de abertura dos trabalhos do 2º ano, da 19ª Legislatura, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, na manhã desta segunda-feira (3). O presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), destacou os enfrentamentos de 2019 e a necessidade de continuar as reformas para Mato Grosso avançar. Uma delas é a Reforma da Previdência, que deverá movimentar o Parlamento nos próximos dias.

“Hoje abrimos o ano legislativo de 2020. Estamos vindo de um ano difícil, mas ao mesmo tempo muito importante para todos os brasileiros e mato-grossenses.  O ano que passou, tanto em Brasília, como aqui nesta Casa de Leis, foi um ano de reformas estruturais e estruturantes para enfrentarmos os desafios e exigências destes novos tempos”, discursou o presidente, ao destacar as medidas realizadas que deram condições de o governo reestruturar a máquina pública.

“Aqui nesta Casa, trabalhamos muito em 2019 e tomamos decisões importantes, que nem sempre agradaram a todos, mas, sem elas, o estado de Mato Grosso não teria condições de honrar seus compromissos e sequer ter fôlego para que agora em 2020 chegássemos em melhores condições. Se hoje falamos de esperança e se 2019 terminou melhor que começou, é em grande parte devido às decisões e ao trabalho desenvolvido nesta Casa de Leis”, afirmou, ao citar o intermédio que colocou fim à greve dos professores e o pacote de medidas que promoveu o equilíbrio fiscal de Mato Grosso, bem como a criação do Fethab II que promove diversos canteiros de obras de pavimentação e recuperação asfáltica.

Conforme Botelho, o ano já começou a todo vapor com a aprovação da nova alíquota previdenciária, e entra em cena, nos próximos dias, o debate sobre as novas regras para a previdência e a proposta da pesca denominada de Cota Zero. 

“São decisões muito difíceis, embora necessárias. Não porque penaliza este ou aquele setor ou corporação. São decisões para que o estado de Mato Grosso não fique inadimplente com ninguém e nem vá a falência e, principalmente, para que as pessoas possam ter um futuro mais digno. Tanto as que já estão no mercado de trabalho quanto para seus filhos que um dia irão ocupar estes cargos”, alertou.

De acordo com Botelho, o Parlamento deverá avançar nas reformas. “Estou certo que nossa conduta estará pautada, como sempre foi, pelo bem comum e patriotismo, na busca de igualar as oportunidades, para melhor distribuir renda e minimizar a pobreza. Mais do que esperança, tenho a convicção de que a civilidade e patriotismo dos agentes envolvidos na solução de nossos problemas irão prosseguir”, assegurou, ao reafirmar o compromisso em manter o equilíbrio entre os poderes, a confiança na solução pacífica dos conflitos e a fidelidade absoluta ao povo mato-grossense.

Representando o governador Mauro Mendes (DEM), o secretário-Chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, agradeceu o empenho da Assembleia Legislativa em defesa de Mato Grosso. “Todos os projetos de leis foram amplamente debatidos com a equipe econômica. Sabemos o quanto foi importante a aprovação de todas essas leis. É o que realmente está dando norte às ações do governador Mauro Mendes. Dando condições para consertar Mato Grosso”, disse o secretário, ao agradecer os deputados. 

Carvalho também listou as medidas importantes aprovadas pelo Parlamento que ajudaram o governo a consolidarmelhorias, inclusive, o retorno de algumas das mais de 300 obras que estavam paralisadas.

O primeiro-secretário, deputado Max Russi (PSB), falou sobre as ações implementadas na ALMT que propiciaram economia significativa e agradeceu o apoio à consolidação dos avanços, como a ajuda para ativar a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Pediátrica do Hospital de Câncer. 

“A Assembleia nunca trabalhou tanto como em 2019. Tivemos a maior sessão da história, quando os 24 deputados viraram uma noite para votar projetos importantes para este Estado. Tenho certeza de que 2020 não será diferente, vamos atuar em parceria para a construção de um Mato Grosso melhor, de oportunidades”, afirmou Max Russi. 

Durante a solenidade, os deputados entregaram R$ 33,9 milhões para investimentos em ações urgentes à qualidade de vida do cidadão mato-grossense. No total, aproximadamente R$ 47 milhões foram economizados no orçamento da ALMT e devolvidos ao governo para investir nos setores prioritários como Saúde e Segurança. “Vamos continuar com essa mesma austeridade, com esse mesmo compromisso de apenas gastar o necessário e ajudar Mato Grosso”, concluiu Botelho.  

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Durante entrega de maquinário, Bezerra cobra cargo e irrita Mauro: “vai romper por causa de um carguinho?”

Publicado

Presidente regional do MDB, o deputado federal Carlos Bezerra aproveitou evento para a entrega de máquinas e equipamentos rodoviários para cobrar do governador Mauro Mendes (DEM) o cumprimento de compromisso, segundo ele, feito pela gestão. Assim que chegou ao evento realizado no estacionamento do Ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá, o parlamentar abordou o democrata, que se irritou com a cobrança.

O barulho no local e a música tocada pela banda da Polícia Militar atrapalharam o entendimento completo do diálogo, mas quem estava próximo aos dois conseguiu ouvir quando Mauro, em tom irritado, reagiu a possível ameaça de rompimento do MDB por causa de um cargo no município de Confresa (1.173 Km de Cuiabá). “Bezerra, você vai romper conosco por causa de um cargo? Para, né?! Você já foi governador”.

Bezerra, você vai romper conosco por causa de um cargo? Para, né?! Você já foi governador

Bezerra nega que poderia romper, mas disparou: “Não, o seu chefe da Casa Civil me deu a palavra”. Ainda irritado, Mauro completa: “Pelo amor de Deus, por causa de um carguinho lá em Confresa? Ai não!”.

Logo após o entrevero, Mauro conversou com a imprensa que acompanhou de perto o diálogo dos políticos. Questionado sobre o motivo da briga, Mauro, em tom irônico, desconversou, mas reclamou de ter sido cobrado durante evento público do governo. “Não é briga. Bezerra nunca deixou de ser atendido, toda vez que ele vai [no Palácio Paiaguás], é atendido”.

O MDB faz parte da base de Mauro desde o início do mandato, em 2019. Além do apoio dos quatro deputados estaduais, o MDB ocupa a secretaria de Agricultura Familiar, com Silvano Amaral.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Mauro não desiste de comprar as 1,2 mi de doses da Sputnik e provoca Anvisa por prorrogar validade da Janssen: “com boa vontade dá um jeitinho”

Publicado

O governado Mauro Mendes (DEM) voltou a demonstrar insatisfação com a atuação da Anvisa, que liberou a importação excepcional de apenas 71 mil doses da Sputink V para Mato Grosso.

O democrata afirma que a agência federal criou dificuldades, mas garantiu que apesar das poucas vacinas que poderão ser adquiridas agora, o estado não irá desistir de realizar a aquisição das 1,2 milhão de doses acordadas com o Fundo Russo.

“É muito pouco, mas não desistimos. Dificuldades existem, é lamentável que a Anvisa tenha adotado essas medidas, mas vamos seguir, não vamos mais ficar discutindo essa celeuma. Vamos arrumar uma forma de vencer essas dificuldades colocadas, comprar esse 1% e depois comprar mais, para ter a população rapidamente vacinada”, disse, logo após entrega do novo mirante do Parque Mãe Bonifácia, em Cuiabá, nesta quarta-feira (16).

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Governador Mauro Mendes deve anunciar hoje (16) se Hospital Regional será construído em Confresa ou Porto Alegre do Norte

Publicado

O Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) deve anunciar na quarta-feira (16), se o Hospital Regional do Norte Araguaia será construído na cidade de Confresa ou Porto Alegre do Norte, as informações são do Semana7.

Segundo informações, os gestores municipais, bem como a população, aguarda a decisão desde o mês passado, quando o Governador visitou as cidades e os terrenos oferecidos para a construção. Na oportunidade, ele afirmou que escolheria ‘tecnicamente’ onde seria estruturada a unidade.

Segundo o portal Semana7, o Secretário de Saúde Gilberto Figueiredo afirmou que Mendes anunciaria na data de hoje o local.

Após a decisão de Mauro Mendes, uma empresa será escolhida por meio de licitação para construir o hospital que contará com 141 leitos de enfermaria de 40 Unidades de Terapia Intensiva (UTI)  para atendimentos de média e alta complexidade. A expectativa é que a obra seja concluída em 24 meses.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana