conecte-se conosco


Mato Grosso

Projeto “Seduc vai à Escola” reúne mais de 130 profissionais da educação em Cuiabá

Publicado

Profissionais da educação da rede estadual se reuniram, nesta quinta-feira (17.10), em Cuiabá, para participar da 3ª etapa do projeto Seduc vai à Escola. Participaram 130 profissionais, entre assessores pedagógicos, diretores e coordenadores das escolas localizadas nos municípios do Vale do Rio Cuiabá.

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, juntamente com a sua equipe, falou dos desafios da Seduc e apresentou as diretrizes, as ações estratégicas da secretaria e os projetos integrados com as escolas.

Segundo a secretária, o objetivo do projeto é apoiar as escolas em seus processos de melhoria da gestão escolar e pedagógica. “O objetivo é darmos as mãos e juntos construirmos alternativas para a melhoria do processo educacional na rede estadual”.

O projeto busca levar e conhecer ações exitosas da rede, interagir e desenvolver, com os profissionais da educação, métodos e ações que contribuam para a melhoria pedagógica e de gestão escolar com foco na aprendizagem dos estudantes.

Segundo a secretária adjunta de Gestão Educacional, Rosa Maria Luzardo, foi estabelecido uma interlocução com as escolas para a Seduc conhecer o que elas estão fazendo e quais as suas dificuldades para que possam pensar em políticas e ações estratégicas com foco na melhoria da educação. “Esse é um trabalho coletivo e parceiro com as escolas, com o objetivo de fazer o melhor para os alunos para que possam avançar intelectualmente e se projetar através de seus projetos de vida”.

O projeto Seduc vai à Escola está percorrendo o Estado de Mato Grosso nos 15 Polos dos Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação (Cefapro), atendendo as 768 escolas com representatividade de diretores e coordenadores pedagógicos. Em Cuiabá e Várzea Grande o Encontro está sendo realizado in loco nas Escolas desde o mês de setembro.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Intermat passa por sanitização e não atende ao público na próxima sexta-feira (05)

Publicado


.

O Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat) estará fechado para desinfecção e sanitização nesta sexta-feira (05.06). Não haverá atendimento ao público na data. O expediente será retomado normalmente na próxima segunda-feira (08.06), com atendimento por agendamento por e-mail e telefone.

A ação faz parte das medidas adotadas pelo governo de Mato Grosso para prevenir a contaminação de servidores e sociedade com o novo coronavírus.

O agendamento para atendimento presencial deve ser feito com antecedência pelo telefone (65) 3613-6166  (ligações e whatsapp).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

IPVA 2020 poderá ser quitado no último trimestre do ano

Publicado


.

Proprietários de veículos com placa finais 4 e 5; 6 e 7; e 8, 9 e 0 ganharam mais tempo para pagar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) referente ao exercício de 2020. Isso porque o Governo de Mato Grosso prorrogou novamente o prazo de vencimento do tributo, em razão dos reflexos financeiros causados pela pandemia da Covid-19 na economia de forma geral e, por consequência, na renda de muitos contribuintes mato-grossenses.

“É uma forma do governo minimizar, e ajudar muita gente que talvez esteja em dificuldade por conta das consequências econômicas na vida. É uma forma de aliviar o caixa das empresas, dos cidadãos. Há aqueles que já pagaram porque tinham condições, mas aqueles que não pagaram porque tinham dificuldade vão ter mais este fôlego com mais essa medida que o governo está fazendo para ajudar na pandemia”, explicou o governador Mauro Mendes ao anunciar a medida, na manhã de terça-feira (02.06).

O Executivo já havia alterado o calendário de vencimento do IPVA 2020 para aliviar as contas dos cidadãos e o caixa das empresas, prorrogando a cobrança por 60 dias. Com a nova medida, o IPVA que venceria no período de março a junho foi postergado para o último trimestre deste ano, ou seja, outubro, novembro e dezembro.

A medida foi publicada por meio do Decreto 506/2020 nesta terça-feira (02), na edição extra do Diário Oficial, que trouxe as novas datas de vencimento. De acordo com Decreto, o IPVA dos veículos com placa final 4 e 5 que venceria no mês de maio, passou para o mês de outubro; placa final 6 e 7 que venceria em junho, passou a ter o prazo até novembro; já as placas 8, 9 e 0 que venceriam no mês de julho, passam a ter o prazo estendido até dezembro de 2020.

O secretário de Fazenda, Rogério Gallo, explica que a alteração no vencimento do IPVA 2020 é um benefício concedido pelo Governo que trará um fôlego a mais nas finanças dos comerciantes, empresários e pessoas físicas. “Os efeitos da pandemia estão demorando mais do que o inicialmente previsto, então para aliviar o caixa dos contribuintes nesse momento de dificuldade econômica o Governo resolveu dar mais uma prorrogação”, afirma.

De acordo com o secretário, os cofres públicos sofrerão um impacto financeiro com o adiamento da cobrança do IPVA. “Nós já tínhamos recebido uma parte dos recursos do IPVA, dos veículos com placas finais 1, 2 e 3. Com essa prorrogação teremos um impacto de, pelo menos, R$ 450 milhões que ficam prorrogados para o final do ano. É de fato um impacto imediato no caixa do Estado e das prefeituras”.

Além de prorrogar a cobrança do IPVA que venceria nos meses de março, abril, maio, junho e julho, o Governo postergou também o vencimento dos parcelamentos já realizados, incluindo os referentes a exercícios anteriores, celebrados no âmbito da Sefaz e da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Em relação aos parcelamentos em andamento, as parcelas que venceriam nos meses de março a junho serão suspensas automaticamente pela Sefaz. O saldo remanescente será divido em três parcelas, sem acréscimo de juros e multa, com vencimento para outubro, novembro e dezembro. A data limite para pagamento da primeira parcela será até 30 de outubro.

De acordo com a Sefaz, o sistema do IPVA está sendo parametrizado e as novas datas de vencimento estarão disponíveis nos próximos dias.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Visita técnica da Prefeitura constata que o Governo cumpre regras da Anvisa

Publicado


.

A visita realizada pela Prefeitura de Cuiabá, nos 80 leitos de UTI, já em operação nos Hospitais Estaduais Santa Casa e Metropolitano, concluiu que o Governo de Mato Grosso cumpre com as preconizações do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O atesto foi feito pelo fisioterapeuta e funcionário do Hospital de Referência para COVID-19 em Cuiabá, Paulo Henrique de Oliveira. Ele explicou que a ANVISA preconiza que os hospitais precisam ter pelo menos um ventilador para cada dois leitos de UTI, e neste caso, a Santa Casa e o Metropolitano se enquadram.

“Para momentos de pandemia e em situações extremas de Síndrome Respiratória Aguda Grave, alguns pareceres técnicos preveem a utilização temporária de um ventilador pulmonar para mais de um paciente em caso de falta de mais aparelhos, mas que devem ser observados alguns critérios para que isso possa ser feito”, comentou. 

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, explicou que na Santa Casa há 40 leitos de UTIs em plena atividade e 10 UTIs pediátricas sendo implantadas. Já no Metropolitano são 40 leitos e outros 30 em fase de implantação. 

Dos 40 leitos da Santa Casa, 28 têm respiradores, e no Metropolitano, dos 40 leitos, 30 têm o equipamento. “Para todos os demais leitos, o governo já adquiriu os respiradores e eles estão no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, na alfândega para serem liberados pela Receita Federal. Além disso, é bom destacar que os 10 leitos que o Ministério da Saúde encaminhou para a Santa Casa, nenhum chegou com ventiladores. Mas, como já dissemos, compramos para todos os leitos”, explicou.

“Nós agimos rápido, compramos os equipamentos e eles já estão em solo mato-grossense. Agora é uma questão de burocracia e logo já estaremos com todos os leitos de UTI com os respiradores. E é bom deixar claro que estamos cumprindo com todas as preconizações e protocolos do Ministério da Saúde”, destacou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana