conecte-se conosco


Mato Grosso

Quatro municípios de MT estão com risco alto de contaminação de Covid-19

Publicado


.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (03.08) o Boletim Informativo n° 148 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 17) que apenas quatro municípios do Estado configuram na classificação com risco “alto” para o novo coronavírus: São José dos Quatro Marcos, Sinop, Brasnorte e Santo Antônio do Leste.

Ainda de acordo com informações contidas no boletim, os municípios que estão na classificação de risco “moderado” para a disseminação do coronavírus são: Cuiabá, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Rondonópolis, Várzea Grande, Cáceres, Primavera do Leste, Campo Novo do Parecis, Mirassol D’Oeste, Barra do Garças, Jaciara, Querência, Sapezal, Nova Mutum, Tangará da Serra, Paranatinga, Vera, Poconé, Nova Bandeirantes, Alto Taquari, Nova Marilândia, Nova Monte Verde, Planalto da Serra e Araguaiana.

Nesta edição, nenhum município de Mato Grosso foi classificado “muito alto”, indicado pela cor vermelha, risco eminente para o coronavírus.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT  disponíveis neste link.

O Governo de Estado publicou novo decreto restringido ainda mais as medidas que devem ser adotadas pelos municípios, com base na classificação de risco para prevenir a disseminação da Covid-19. O Decreto n° 532 foi publicado na edição extra do Diário Oficial de 24 junho. O documento altera as tabelas de classificação de risco, criando uma terceira tabela. Para saber mais informações clique AQUI

Veja a tabela de classificação de risco por município

 

 

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Pesquisa epidemiológica da Covid-19 será prorrogada em Mato Grosso

Publicado


.

A pesquisa soroepidemiológica do Governo de Mato Grosso, que tem o objetivo de monitorar a infecção pela Covid-19 no Estado, será prorrogada até o dia 30 de setembro. A coleta de dados estava prevista para terminar nesta quarta-feira (23.09), mas o término precisou ser adiado para que os municípios consigam alcançar a meta estabelecida.

Dos 10 municípios que participam da pesquisa, Juína e Tangará da Serra já alcançaram mais de 80% da meta prevista; Cuiabá e Rondonópolis ocupam o último lugar, com 0% de alcance. 

Conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), o município de Água Boa já está com 50% dos trabalhos realizados, seguido de Barra do Garças (40%), Várzea Grande (30%), Alta Floresta (30%), Cáceres (20%) e Sinop (10%). A redação final dos resultados deve ser divulgada em outubro, após alinhamento com os municípios.

O trabalho é coordenado pela equipe técnica da SES, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e conta com o apoio dos Escritórios Regionais e Secretarias Municipais de Saúde dos municípios envolvidos no estudo. 

A metodologia utilizada é estratégia quantitativa e transversal. A realização do exame é por meio de teste de sangue. As análises são feitas exclusivamente pelo o Laboratório Central do Estado (Lacen); já as coletas são feitas por agentes de saúde, por meio das Secretarias Municipais.

Os municípios selecionados terão amostras coletadas de 250 a 700 pessoas, de acordo com o número populacional. O setor censitário testado será sorteado, bem como a casa e o morador do domicílio.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mais de R$ 36 milhões em saúde, segurança, educação foram destinados para Água Boa

Publicado


.

O município de Água Boa (730 km ao Leste de Cuiabá), localizado na Região do Araguaia, recebeu investimentos do Governo do Estado de aproximadamente R$ 36,4 milhões em 2020 nas áreas de saúde, segurança, educação e obras de infraestrutura.

Entre os investimentos ao município estão os repasses do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) no montante total de R$ 18,1 milhões, em 2020. O Fundo Estadual de Assistência Social (Feas) também repassou R$ 87,7 mil neste ano.

Infraestrutura

O Governo firmou parceria com o município de Água Boa para a conservação e manutenção da MT-240, em trecho ainda não pavimentado de 52,9 km. Para o serviço, a Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra) destina R$ 317 mil e a prefeitura executa a manutenção.

Apesar de não estarem localizadas em Água Boa, as obras já em execução das pontes sobre os Rios das Mortes e Água Suja, na rodovia MT-326, vão beneficiar diretamente os moradores do município e de toda a região.

A ponte sobre o Rio das Mortes, em Cocalinho (923 km ao Leste de Cuiabá), terá 400 metros de extensão, enquanto a de Água Suja, localizada no município de Nova Nazaré (269 km ao Leste da capital), 60,55 metros. No total, serão investidos R$ 56 milhões, que irão garantir o ir e vir da população na região.

Saúde

Para auxiliar no combate e tratamento dos pacientes que contraíram a Covid-19, o Estado destinou equipamentos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para ampliação do Hospital Regional de Água Boa, cuja gestão é do consórcio de saúde. Foram enviados cinco ventiladores pulmonares, dois ventiladores de transporte, 10 camas convencionais, 20 camas elétricas, duas macas de transporte e 10 mesas de cabeceiras.

O Governo ainda mantém a contratualização de 50 leitos hospitalares na unidade, cujos repasses de R$ 4,3 milhões, foram destinados em parcelas desde janeiro.

Testes rápidos também foram encaminhados para promover o diagnóstico e monitoramento da população local. Ao todo foram distribuídos 2.175 mil testes.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) ainda enviou um total 95.939 mil medicamentos como azitromicina (11.574), ivermectina (9.260) dipirona comprimido (73.305) e dipirona gotas (1.800).

Os repasses obrigatórios da saúde estão em dia e alcançaram o montante de R$ 787,7 mil, em 2020.

Educação

Para a Escola Técnica de Água Boa foram destinados R$ 2,5 milhões que serão utilizados na conclusão das obras de construção da unidade, que já estão em fase de acabamento.  A obra foi iniciada por meio de um convênio assinado com o Governo Federal, em 2016, e foram investidos cerca de R$ 10 milhões.

Na educação, ainda foi destinado pela Secretaria Estadual o montante de R$ 247.480,44 para o transporte escolar de alunos da rede pública de ensino.

Segurança Pública

Água Boa recebeu três viaturas que foram entregues para a Força Tática, Polícia Judiciária Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Primeira-dama Virginia Mendes prepara Bazar Vem Ser Mais Solidário para outubro

Publicado


.

Aproveitando o início da Primavera, as atividades do Bazar Vem Ser Mais Solidário foram retomadas e o evento já tem data para acontecer. Entre os dias 6 a 9 de outubro, das 9h às 19h, nas dependências do Palácio Paiaguás, milhares de peças novas e semi-novas estarão a venda por preços acessíveis.

Para reunir um estoque de qualidade e diversificado, a primeira-dama Virginia Mendes, que lidera voluntariamente a iniciativa, contou com a parceria de lojistas, marcas nacionais e internacionais, estilistas, grifes, além de diversos parceiros, que doaram as peças. A própria primeira-dama fez doações de centenas de itens do seu guarda-roupa para esse evento.

O Bazar Vem Ser Mais Solidário conta com roupas femininas, masculinas, infantis, calçados, bolsas e acessórios. Toda a renda arrecadada durante o evento será revertida para algumas das ações sociais desempenhadas de forma voluntária por Virginia Mendes.

Assim como na época em que Virginia organizou o evento na Prefeitura de Cuiabá, o Bazar Vem Ser Mais Solidário contará com a parceria de estilistas e grandes marcas como Gucci, Versace, Roberto Cavalli, Martha Medeiros, entre outras. Tudo a preços bem acessíveis.

A realização desse evento é um trabalho conjunto entre a primeira-dama e toda equipe de trabalho da Unidade de Ações Social e Atenção à Família (UNAF), dos amigos, parceiros e demais órgãos e Secretarias do Governo do Estado de Mato Grosso.

A entrada no Bazar Vem Ser Mais Solidário será controlada e seguirá todos os protocolos de segurança de controle do Covid-19.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana