conecte-se conosco


Cuiabá

Segunda etapa da vacinação contra sarampo começou nesta segunda (18)

Publicado

Começou nesta segunda-feira (18) a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Nesta fase o público-alvo é de adultos não vacinados de 20 a 29 anos. Para eles serão aplicadas as doses da vacina Duplo Viral, que protege contra o Sarampo e a Rubéola. Esta segunda etapa será realizada até o dia 29 de novembro, e no sábado (30) acontecerá o “Dia D”.

Segundo a Responsável Técnica (RT) de Imunização da Secretaria de Saúde de Cuiabá, Sandra Horn, o público alvo foi definido com base no calendário nacional de vacinação e ainda levando em conta as idades pontuadas pelos boletins epidemiológicos como mais suscetíveis a desenvolverem a forma grave da doença, podendo inclusive levar à morte. “Além da idade prevista no calendário nacional de vacinação, o Ministério da Saúde considerou as idades que, segundo as notificações da vigilância epidemiológica, apresentaram maior incidência em desenvolver casos mais graves onde a possibilidade de óbitos é de 0,80 por 100.000 habitantes. Por esta razão, embora Mato Grosso não possua nenhum caso confirmado de Sarampo, a Capital segue a orientação do MS, com disponibilização das doses em todas as salas vacinais (exceto as que estão em reforma)”, explica a RT. 

Sandra ressalta que a campanha de vacinação para as crianças ainda está valendo. “A intensificação da vacina contra sarampo para crianças de seis meses a menores de cinco anos que não receberam nenhuma dose ainda continua. Para esta faixa etária é destinada a vacina Tríplice Viral, que além do Sarampo, protege contra a Caxumba e a Rubéola. Estaremos com toda a equipe das unidades básicas de saúde de prontidão para atendermos com muita humanização e, sobretudo, tirarmos dúvidas a respeito dessa grave doença que depois de erradicada, voltou a ter notificações”, ressalta.

*SARAMPO*

Já considerado erradicado no Brasil desde 2016, este ano, o Sarampo voltou a ser notificado devido à baixa cobertura vacinal. É uma doença altamente contagiosa causada pelo vírus do sarampo (Measles morbillivirus). Os sinais e sintomas iniciais geralmente incluem febre, muitas vezes superior a 40 ºC, tosse, corrimento nasal e olhos inflamados. Dois ou três dias depois do início dos sintomas formam-se no interior da boca pequenos pontos brancos, denominados sinais de Koplik. Entre três a cinco dias depois do início dos sintomas aparece uma mancha vermelha e plana que geralmente tem início na face e daí se espalha para o resto do corpo.

Os sintomas começam a se manifestar entre dez e doze dias depois do contágio e duram entre sete a dez dias. Em cerca de 30% dos casos ocorrem complicações, as quais podem incluir, entre outras, diarreia, cegueira, inflamação do cérebro e pneumonia.

O sarampo é transmitido facilmente por via aérea através da tosse e espirros de uma pessoa infectada. Pode também ser transmitida pelo contato com a saliva ou secreções nasais. Nove em cada dez pessoas que não estão imunizadas e partilham um espaço com uma pessoa infectada contraem a doença. As pessoas infectadas podem infectar outras pessoas desde quatro dias antes até quatro dias depois do aparecimento da mancha vermelha. As pessoas geralmente só contraem a doença uma única vez na vida. A confirmação do vírus em casos suspeitos por meio de exames é importante para a saúde pública.

A vacina contra o sarampo é eficaz na prevenção da doença, diminuindo em 75% o número de mortes.

 

 

 

 

 

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Veja os dados do painel Covid-19 deste domingo (12)

Publicado


.

Neste domingo (12), Cuiabá tem 6231 casos confirmados de Covid-19 de residentes no município e 1458 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Dos confirmados, 1208 já estão recuperados da doença e houve 325 óbitos de residentes e 156 de não residentes.

Na rede hospitalar há 319 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 210 na UTI e 109 em enfermaria. Também estão internados 214 pacientes com suspeita da doença, sendo 94 na UTI e 120 em enfermaria. Do total de pessoas internadas em UTI, 216 são de residentes em Cuiabá e 88 de residentes de outros municípios. Do total de internados em enfermaria/isolamento, 172 pessoas são de Cuiabá e 57 de outros municípios.

Hoje Cuiabá registrou mais 12 óbitos de residentes, chegando a um total de 325 mortes. O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho lamentam profundamente todos estes óbitos.

Segue abaixo a relação dos óbitos:

-Mulher, 61 anos, internada em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 10/07.

-Mulher, 77 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 10/07.

-Mulher, 76 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão, nefropatia e cardiopatia. Foi a óbito em 11/07.

-Mulher, 81 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 11/07.

-Homem, 47 anos, internado em hospital público. Tinha pneumopatia e diabetes. Foi a óbito em 11/07.

-Homem, 72 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão e cardiopatia. Foi a óbito em 11/07.

-Homem, 78 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 11/07.

-Mulher, 68 anos, internada em hospital privado. Tinha cardiopatia. Foi a óbito em 11/07.

-Homem, 49 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 12/07.

-Homem, 79 anos, internado em hospital privado. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 12/07.

-Homem, 91 anos, internado em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 12/07.

-Homem, 80 anos, internado em hospital privado. Diabetes e cardiopatia. Foi a óbito em 12/07.

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Município inicia construção de via que interliga avenidas República do Líbano e Dr. Hélio Ribeiro

Publicado


.

Em parceria com a iniciativa privada, a Prefeitura de Cuiabá está criando mais um corredor de mobilidade urbana na Capital. Com obra já em andamento, em poucos meses a população cuiabana poderá contar com uma nova via que interliga a Avenida República do Líbano com a Avenida Dr. Hélio Ribeiro, nas proximidades do Parque das Águas. 

A construção da via faz parte de um trabalho coordenado pelas secretarias municipais de Obras Públicas e Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável. Conforme o projeto, a avenida tem como ponto de partida a Rua Afeganistão, que inicia na República do Líbano, e segue até próximo a rotatória que dá acesso à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT). 

“Estamos interligando Cuiabá e facilitando o acesso das pessoas para diferentes regiões. Dessa forma, vamos proporcionar um trânsito e mais humanizado e voltado para o futuro. Esse trecho era uma região ainda não descoberta e, com a interligação, vai valorizar a região e modernizar nossa mobilidade urbana”, explica o prefeito Emanuel Pinheiro. 

A obra foi iniciada a cerca de dois meses e deve ser totalmente concluída até o fim deste ano. No local, onde antes não existia possibilidade de tráfego, já foi feito a limpeza do terreno e abertura da via. Também foi executada a edificação do sistema de drenagem de águas pluviais e muro de gabião. Neste momento, é realizado o trabalho de terraplanagem. 

“A partir deste mesmo ponto, futuramente, vamos prolongar a interligação até a Avenida Historiador Rubens de Mendonça, na lateral da Havan. São obras que vão desafogar duas importantes regiões da Capital, que possuem uma grande movimentação de veículos. Para essa segunda etapa, também já temos o projeto pronto, mas ainda não iniciamos os trabalhos”, conclui Pinheiro. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Secretarias implantarão plano de trabalho para redução miníma de 20% nas despesas

Publicado


.

O prefeito Emanuel Pinheiro determinou às secretarias da gestão municipal a implantação de medidas que resultem em uma redução mínima de 20% nas despesas. O procedimento tem como base o decreto nº 7.900, assinado em maio, que estabelece a adoção de providências administrativas voltadas para a otimização dos recursos, com o objetivo de garantir o equilíbrio financeiro do Município. 

Para auxiliar os órgãos municipais no cumprimento da meta, o Comitê de Ajuste Fiscal (COTAF), elaborou um Plano de Trabalho, que foi compartilhados com todos os secretários nesta sexta-feira (10). Com o documento em mãos, os titulares de cada Pastas têm até a próxima quinta-feira (16) para fazer a avaliação e, de imediato, iniciar a implementação das ações de contenção. 

“Desenvolvemos uma gestão realizadora e com um programa de governo muito amplo, pelo qual impomos um ritmo extremamente intenso. Cada secretário fez a sua parte e conseguimos resultados internos e externos. Paralelo a isso, sempre buscamos a economicidade e a transparência nos atos administrativos, abastecendo a Controladoria Geral do Município de dados e fortalecendo a harmonia com os órgãos de controle”, comenta Pinheiro. 

O plano montado pelo COTAF tem como base a repactuação de todas as despesas de caráter continuado com contrato em vigência. Encaixam-se dentro desse critério, por exemplo, os contratos de prestação de serviços, entrega de bens ou serviços, manutenção e conservação de bens, manutenção de sistemas informatizados e outros não essenciais ao momento de situação de emergência decretada.

Além da repactuação, também está suspensa a realização de novas despesas de caráter ordinárias, não contratadas, não continuadas e não definidas como essenciais para o enfrentamento da Covid-19. O chefe do Executivo determinou ainda que seja vedada a efetivação de aditivos de contratos, referente gastos não enquadrados como emergenciais, que resultem na ampliação dos serviços ou majoração dos valores inicialmente contratados. 

“Agora, estamos nos últimos seis meses de governo e o ritmo intenso tem que, obrigatoriamente, ser reduzido. Se fosse possível, sou a pessoa que mais gostaria de continuar a lançar mais obras. Mas, neste momento, é importante cumprirmos com as metas e prioridades estabelecidas. Nosso compromisso é concluir aquilo que já foi iniciado”, finaliza o gestor. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana