conecte-se conosco


Mato Grosso

SES disponibiliza painel interativo de dados da Covid-19; entenda como funciona

Publicado


.

Com o objetivo de dar mais transparência às informações e facilitar o acesso aos dados relativos à pandemia pelo novo coronavírus em Mato Grosso, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) lançou um painel interativo que permite a análise aprofundada dos números epidemiológicos da Covid-19 no Estado. 

O link foi disponibilizado ao público na tarde desta sexta-feira (07.08) e será atualizado diariamente às 17h. Para acessar a página, basta clicar aqui. A página possui oito apresentações, que podem ser visualizadas por meio do controle localizado no inferior da tela. 

A versão digital possibilita o download das informações em CSV (Comma-separated Values ou, em português, Valores Separados por Vírgula) e disponibiliza microdados à imprensa e aos pesquisadores que desenvolvem estudos sobre a pandemia.

“A equipe técnica da SES já trabalhava há semanas nesse novo sistema, que também atende às recomendações do Ministério Público. A plataforma possibilita a interpretação das informações e dos gráficos, na medida em que ainda disponibiliza microdados à população”, disse Gilberto Figueiredo, secretário estadual de Saúde.

De acordo com a área técnica da SES, a primeira semana será destinada aos ajustes finais da plataforma, que conta com dados relativos aos casos confirmados e suspeitos da Covid-19, óbitos, às testagens, hospitalizações e notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). O sistema também possibilita a análise de dados por região ou município. 

As informações são consolidadas com base nos dois principais sistemas, um alimentado pelos hospitais do Estado e outro pelas Vigilâncias Municipais (IndicaSUS). O empenho dos municípios na alimentação dos dados contribui para uma plataforma confiável e os números podem auxiliar as gestões locais na tomada de decisão.

Secretário adjunto de Vigilância e Atenção à Saúde da SES, Juliano Melo enfatizou que serão divulgadas notas técnicas para orientar o manuseio e a extração de informações na nova plataforma.

“O sistema possibilita diversos recortes do cenário epidemiológico. Por isso, serão emitidas notas técnicas com a devida orientação sobre a extração e análise de dados, como forma de auxiliar o manuseio dessas informações”, concluiu o gestor.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Governador: “Pessoas que praticaram incêndios criminosos sofrerão graves consequências na vida econômica”

Publicado


.

O governador Mauro Mendes afirmou que as pessoas que insistem em iniciar incêndios florestais de forma criminosa em Mato Grosso “sofrerão graves consequências na vida econômica”.

A declaração foi dada à Rádio Gaúcha, de Porto Alegre (RS), na manhã desta segunda-feira (21.09).

Mendes registrou que o sistema de monitoramento via satélite permite detectar “com muita precisão” se um incêndio ocorreu de forma criminosa ou acidental. Segundo o governador, já foram detectadas ocorrências de incêndios de ambos os tipos no Pantanal.

“Um acidente de rede elétrica, com um fio de alta tensão, causou um dos maiores incêndios. Temos imagens também de um cara colocando fogo na leira e, a partir daí, gerou um grande incêndio que atingiu a propriedade dele e propriedades vizinhas”, citou.

De acordo com o governador, já foram aplicadas mais de R$ 190 milhões em multas por uso irregular do fogo somente neste ano.

Os infratores que não pagarem as multas, segundo Mendes, serão duramente responsabilizados. Além das multas ambientais, a Delegacia de Meio Ambiente também investiga na esfera criminal os autores dos incêndios. 

“Aqueles que estão apostando na ineficiência do Governo, vão ter uma triste surpresa. Eu não gostaria de multar ninguém, mas também não gostaria de ver o Pantanal queimando por incêndios criminosos. Essa multa vai para a dívida ativa do Estado. Se não pagar, colocamos esse cidadão no cadastro de inadimplentes, no Serasa, no SPC, e isso vai trazer graves consequências para a vida econômica dessas pessoas”, garantiu.

Combate aos incêndios

O Governo do Estado tem atuado forte no combate aos incêndios florestais desde março, quando foi lançado o Plano de Ação contra o Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais em Mato Grosso.

Já foram mais de R$ 22 milhões investidos de recursos próprios, contando com 40 equipes espalhadas por todo o estado para o combate ao fogo, seis aeronaves, três helicópteros e mais de 2500 profissionais envolvidos, desde bombeiros militares, voluntários, integrantes da Defesa Civil e do Exército.

Porém, em virtude das condições climáticas desfavoráveis, como a baixa umidade e falta de chuvas há cerca de 120 dias, o Governo de Mato Grosso tem buscado novas parcerias para minimizar os impactos do fogo para o meio ambiente e qualidade de vida do cidadão.

A pedido do governador, o Governo Federal garantiu o repasse de mais R$ 10 milhões e o envio de agentes das forças de segurança nacional para reforçar o combate aos incêndios.

“Nós reforçamos as equipes, mais aviões foram alugados, compramos retardantes, e com isso conseguimos minimizar a situação. Também criamos locais para tratar os animais que ficaram feridos, para proteger nossa fauna e flora”, pontuou Mendes.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Detran-MT recicla mais de 6 mil veículos inservíveis neste ano

Publicado


.

Mais de seis mil veículos e motocicletas passaram por processo de descontaminação e reciclagem este ano em 58 pátios do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT). A estimativa da autarquia é reciclar cerca de 12 mil veículos até o final do ano em todo Estado.

Nesta semana, serão reciclados 1.028 veículos em pátios do Detran-MT em 11 municípios: Alta Floresta, Colíder, Apiacás, Nova Bandeirantes, Guarantã do Norte, Terra Nova do Norte, Peixoto de Azevedo, Nova Monte Verde, Santa Rita do Trivelato, Nobres e Nova Canaã do Norte.  

A reciclagem é realizada com os veículos inservíveis, aqueles que não estão aptos a voltar a trafegar pelas vias públicas e que estão há mais de um ano nos pátios do Detran, sem a solicitação de retirada pelos proprietários.

Nessa situação, o Código de Trânsito Brasileiro autoriza os órgãos a fazerem a reciclagem desses veículos, que é realizada por empresas especializadas.

Segundo o diretor de Veículos do Detran-MT, o serviço de reciclagem é uma ação continuada da autarquia para a correta destinação dos materiais poluentes, manutenção da limpeza dos pátios, além da preservação da saúde pública e do meio ambiente.

Reciclagem

O processo de descontaminação e reciclagem dos veículos inicia com a retirada da bateria, óleo, combustível e pneus, dando a empresa responsável a devida destinação exigida para cada material. Só então é feita a compactação, pesagem e envio do material para reciclagem.

Após o processo de reciclagem, o Detran-MT realiza a baixa definitiva do cadastro do veículo, para evitar novos débitos desses veículos nos anos subsequentes. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Equipes de fiscalização e resgate patrulham rios do Pantanal em busca de animais feridos

Publicado


.

Equipes da Coordenadoria de Fiscalização de Fauna da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e do Posto de Atendimento Emergencial de Atendimento a Animais Silvestres do Pantanal (PAEAS Pantanal) estão realizando o monitoramento fluvial do Pantanal, espacialmente os rios Cuiabá e são Lourenço. Os objetivos são atender animais que estejam feridos, identificar se é necessária a disponibilização de alimentos e impedir ações depredatórias contra a fauna local.

Em um dia de patrulhamento, foram avistados na beira dos rios diversos animais como aves, onças, capivaras, jacarés, ariranhas e outros animais que tem o hábito de permanecer na beira do rio. De acordo com a médica veterinária, Karen Ramos, repensável técnica pelo PAEAS Pantanal, os animais avistados pela equipe durante a ronda de domingo (20) passam bem e, inicialmente, não necessitam de cuidados especiais. No trajeto terrestre, também foram avistados veados mateiros, antas e quatis.

Ao longo do trajeto, os fiscais da Sema Rivelino Leite e Reinaldo Assis, acompanhados dos policias militares da força tática Sub-Tenente Lincoln e Soldado Lazarri, realizaram a abordagem de pescadores e barco-hotéis. Todas a operação foi acompanhada pelo gerente do Parque Estadual Encontro das Águas, Raimundo Fagundes.

Em campo

As equipes de médicos veterinários, biólogos e assistentes estão distribuídas em todo Pantanal e têm como ponto de referência o PAEAS Pantanal no quilômetro 17 da rodovia Transpantaneira.

As três equipes de resgate do PAEAS, contam com o apoio do Instituto Mata Ciliar que está atendendo os animais em Barão de Melgaço, da Ampara Silvestre que está situada no quilômetro 80 da Transpantaneira e do Grupo de Resgate de Animais em Desastres que atua principalmente na região de Porto Jofre, também em Poconé. A gestão dos animais resgatados é realizada pela coordenadoria de Fauna da Sema.

Toda vida importa

O PAEAS Pantanal é um dos instrumentos de resposta aos incêndios florestais e integra as ações do Centro Integrado Multiagências (Ciman). A força tarefa para atendimento aos animais reúne esforços de órgãos do Governo de Mato Grosso, Governo Federal, entidades de classe, terceiro setor e instituições privadas.

O grupo é coordenado pelo Comitê Estadual de Gestão do Fogo e é formado pelas secretarias de Meio Ambiente e Segurança Pública, BPMPA, Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros Militar, Programa REM-MT, Instituto de Defesa Agropecuária (Indea),

Assembleia Legislativa, Prefeitura de Poconé, Juizado Volante Ambiental e Ibama. A UFMT está presente por meio do Hospital Veterinário, Centro Acadêmico de Medicina Veterinária e Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres. O Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) também apoia as ações.

O Conselho Regional de Medicina Veterinária e a Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso também compõem o grupo. Do terceiro setor, a Ampara Silvestre, Associação de Defesa do Pantanal (Adepan), Instituto Mata Ciliar, Ecotrópica, É o Bicho MT e SOS Pantanal somam esforços. Já da iniciativa privada apoiam a ação a Integral Pet, laboratório VET Vida, Vivet, Clínica Anjo da Guarda e Pantaneiro Clínica Veterinária.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana