conecte-se conosco


Policial

Suspeitos de envolvimento a roubo em loja de celulares são presos em flagrante

Publicado


Assessoria/PJC-MT

Policiais da Delegacia Especializada a Roubos e Furtos de Rondonópolis (Derf) prenderam nesta terça-feira (11.02) três suspeitos de envolvimento no roubo a uma loja de informática da cidade. Dois dos suspeitos, cujo envolvimento crime ficou comprovado com as informações apuradas pela Polícia Civil, foram autuados em flagrante por roubo, receptação e associação criminosa e um terceiro foi autuado por receptação e associação criminosa.

Com base nas informações coletadas no local do crime, uma loja na região central de Rondonópolis, os policiais conseguiram identificar um dos envolvidos como a pessoa que entrou no estabelecimento anunciando o roubo e rendeu as vítimas com o uso de uma arma de fogo.

Após monitoramento, as equipes da Derf conseguiram prender os três suspeitos em uma casa no Jardim Magnólia. Contra dois deles ficou comprovada a participação no roubo, por meio das evidências reunidas na investigação. O terceiro foi detido por receptação e associação criminosa.

No local, os policiais encontraram um notebook roubado no início do mês, em uma lanchonete de Rondonópolis. Foram apreendidos ainda na residência, a motocicleta utilizada no dia do roubo à loja de informática e uma porção de entorpecente que estava com um dos suspeitos.

Os três foram autuados em flagrante pelos crimes informados e encaminhados posteriormente para realização de exame de corpo de delito e audiência de custódia da justiça. Um dos suspeitos responde a cinco processos criminais por roubo majorado e furto qualificado.

O crime 

Na tarde do dia 10 de fevereiro, um homem entrou armado em uma loja de informática no centro de Rondonópolis, e anunciou o roubo. Sob ameaça aos funcionários do local, ele ordenou que não acionassem o botão de pânico da loja e fugiu levando onze aparelhos celulares de diferentes marcas. Uma testemunha próxima ao local viu o suspeito fugir em uma motocicleta, que aguardava perto da loja.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Cinco pessoas são autuadas em flagrante por crimes ambientais em área de garimpo ilegal

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Cinco pessoas foram atuadas em flagrante por crimes ambientais em uma operação integrada realizada nesta semana no município de Apiacás (1.010 km ao norte de Cuiabá) pela Polícia Civil e Secretaria Estadual de Meio Ambiente. Equipamentos foram apreendidos no local.

Os fiscais e policiais civis flagraram um garimpo ilegal em funcionamento no local, além da prática de desmatamento. As cinco pessoas foram interrogadas na Delegacia da Polícia Civil e depois autuadas pelos crimes de exploração de lavra ou extração de recursos minerais sem autorização; usurpação (produzir bens ou explorar matéria prima pertencente à União sem autorização legal); poluição (construir ou fazer funcionar, estabelecimentos, obras ou serviços potencialmente poluidores, sem licença) e dano a área de floresta permanente.

A delegada Ana Paula Reveles informou que a Polícia Civil tem reforçado as ações conjuntas com a unidade desconcentrada da Sema de Alta Floresta visando coibir a ocorrência de crimes ambientais na região.

De acordo com a Sema, a fiscalização na região está sendo realizada desde o início da semana devido aos alertas emitidos pela Plataforma de Monitoramento da Cobertura Vegetal, que utiliza Imagens do satélite Planet. Um dos alertas indicava o desmatamento e foi verificado in loco que era uma área de garimpo.

A equipe de fiscalização aplicou uma multa de R$ 100 mil por atividade de empreendimento poluidor sem possuir licença do órgão ambiental. A multa pelo desmate ainda será aplicada pela equipe que se encontra em campo. Os equipamentos foram removidos e depositados no pátio da prefeitura de Apiacás.

Com informações da Sema-MT

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil apreende toras de madeira em operação de combate a crime ambiental em Comodoro

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá) deflagrou uma operação de combate aos crimes ambientais, na manhã de sexta-feira (07.08), na zona rural do município, região da Gleba 12 de outubro. No trabalho policial foram apreendidas 27 toras de madeira irregulares, uma motosserra e um caminhão trator com guincho. 

Duas pessoas foram detidas e conduzidas para esclarecimentos, sendo um deles autuado por falta de habilitação para dirigir veículo automotor. A Delegacia de Polícia de Comodoro investiga a prática de crimes contra o meio ambiente, em especial a extração de florestas de domínio público ou preservação permanente sem prévia autorização, pedra, areia, cal ou qualquer espécie de minerais. 

Os policiais civis foram para acompanhamento da perícia de engenharia legal e meio ambiente em uma área de “grilo”, na estrada aberta sentido cidade de Vilhena (RO). No local, foram constatadas a retirada ilegal de madeiras, sendo encontradas 27 toras e uma motosserra sem a corrente. No momento da chegada das equipes no local não havia ninguém. As toras de madeiras foram apreendidas, mas ficaram no local por impossibilidade de remoção.

Em continuidade as diligências foram identificados vários lugares de retiradas de madeiras, inclusive com marcas de pneus de trator. No decorre ainda na região de grilo, foi realizada a abordagem de um caminhão Ford/Cargo com dois ocupantes que transportavam na carroceria do veículo um trator Ford 6600 . Na ocasião foi verificado que o motorista conduzia o veículo sem a carteira nacional de habilitação (CNH). 

Perguntados sobre o destino, ambos contaram que tinham sido contratados  para limpar uma área nas proximidades de uma fazenda vizinha da área de grilo. Diante dos fatos os dois homens foram conduzidos para Delegacia de Comodoro para serem ouvidos.

As investigações continuam com objetivo de identificar e prender pessoas envolvidas em crimes de extração ilegal de madeiras na região.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil empossa mais um delegado nomeado pelo Governo de MT

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso empossou na manhã desta sexta-feira (07.08) mais um delegado de polícia nomeado pelo Governo do Estado, no Diário Oficial Edição Extra publicado no dia 31 de julho de 2020.

O ato solene foi realizado na Diretoria Geral, em Cuiabá, conforme as orientações da Organização Mundial de Saúde e respeitando as medidas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus (Covid-19).

O servidor nomeado integrará à turma de delegados nomeados no mês de junho que formam o grupo do 16º Curso de Formação Técnico-profissional, promovido pela Academia de Polícia Civil e com duração de 740 horas/aula.

Com esse complemento de mais um delegado, passa para 30 o número de profissionais que após a qualificação teórica e prática realizada pela Acadepol, reforçarão os trabalhos da Polícia Civil desenvolvendo as atividades nas delegacias, principalmente no interior do Estado.

 

O  novo delegado Artur Andrade Almeida, de 28 anos e natural do Estado da Bahia onde atuou por quatro anos como conciliador no Tribunal de Justiça na cidade de Salvador. Ele destacou que o momento é de satisfação em poder assumir o cargo que tanto sonhava e se esforçou para conquistar.

“Minha expectativa é de ingressar em uma das melhores polícias do Brasil. Sei que os desafios serão grandes, porém espero poder contribuir e produzir, dando o meu melhor sempre. Como policial pretendo agir com ética, compromisso e atuar conforme a lei”, destacou o novo delegado.

O delegado-geral, Mário Dermeval Aravechia de Resende, falou da importância em fazer a diferença, da necessidade de desenvolver sua própria estrutura com uma postura pró ativa, buscando alternativas motivadoras para o cumprimento da nobre missão.

 

“Hoje mais um novo colega ingressa na Polícia Civil de Mato Grosso, uma instituição séria com profissionais dedicados e com índice de corrupção baixíssimo. A Diretoria deseja sorte, coragem e perseverança nessa nova fase, e acima de tudo comprometimento para muito bem representar a Polícia Civil na cidade será lotado”, disse o delegado-geral.

Durante a cerimônia de posse os diretores lembraram um pouco sobre a dimensão territorial de Mato Grosso, do baixo número de efetivo e das estruturas precárias e das condições de trabalho nas unidades ainda fora do ideal.

Além do delegado-geral Mário Dermeval, participaram da posse o diretor do Interior, Walfrido do Nascimento, a diretora Metropolitana, Ana Paula de Farias Campos, a diretora de Execução Estratégica, Daniela Maidel, e o coordenador de Gestão de Pessoa, Arnon Osny Mendes Lucas.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana