conecte-se conosco


Mato Grosso

Terça-feira (12): Mato Grosso registra 1.247 novos casos e 14 óbitos por Covid-19 nas últimas 24h

Publicado

Há 255 internações em UTIs públicas e 288 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 63% para UTIs adulto e em 33% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (12.01), 192.353 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, foram  registrados 4.708 óbitos,s sendo 14 nas últimas 24h, em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.247 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 192.353 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.198 estão em isolamento domiciliar e 179.531 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 255 internações em UTIs públicas e 288 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 63,28% para UTIs adulto e em 33% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (43.010), Várzea Grande (13.157), Rondonópolis (13.024), Sinop (10.286), Sorriso (8.519), Tangará da Serra (8.472), Lucas do Rio Verde (7.951), Primavera do Leste (6.026), Cáceres (4.471) e Nova Mutum (4.041).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 160.270 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 482 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última segunda-feira (11.01), o Governo Federal confirmou o total de 8.131.612 casos da Covid-19 no Brasil e 203.580 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 8.105.790 casos da Covid-19 no Brasil e 203.100 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de terça-feira (12.01).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:
– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Painel Epidemiológico 310

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Quarta-feira (24): Mato Grosso registra 1.859 casos e 22 óbitos nas últimas 24 hs

Publicado

Há 351 internações em UTIs públicas e 356 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 81% para UTIs adulto e em 41% para enfermarias.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (24.02), 246.469 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, foram registrados 5.716 óbitos, sendo 22 nas últimas 24 hs,  em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.859 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 246.469 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.203 estão em isolamento domiciliar e 231.331 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 351 internações em UTIs públicas e 356 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 81,44% para UTIs adulto e em 41% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (52.822), Rondonópolis (18.741), Várzea Grande (15.622), Sinop (12.667), Sorriso (10.225), Tangará da Serra (9.903), Lucas do Rio Verde (9.256), Primavera do Leste (7.290), Cáceres (5.485) e Nova Mutum (5.037).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 212.114 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 788 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última terça-feira (23), o Governo Federal confirmou o total de 10.257.875 casos da Covid-19 no Brasil e 248.529 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 10.195.160 casos da Covid-19 no Brasil e 247.143 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de quarta-feira (24).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:
– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Sucuri de 7 metros mata cachorro em ataque e é capturada por bombeiros em MT

Publicado

Uma sucuri de aproximadamente 7 metros foi capturada nessa segunda-feira (8) depois de atacar e matar um cachorro em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, moradores ligaram pedindo socorro e informaram que a cobra estava atacando um cachorro em uma região de mata.

A situação ocorreu no bairro Parque do Lago.

Quando os bombeiros chegaram, perceberam que a cobra era de grande porte e que o cachorro atacado por ela já estava morto.

A sucuri foi capturada e colocada em um tambor em segurança. Em análise, os bombeiros perceberam que ela não tinha ferimentos e estava saudável.

Depois do resgate, a cobra foi solta em uma área de mata afastada de casas e do centro urbano.

O Corpo de Bombeiros orienta que, em casos como este, os moradores não tentem capturar o animal e nem encostem nele. A medida certa é chamar os bombeiros para que possam fazer a captura de forma segura.

As sucuris costumam viver em lagos, rios e florestas às margens dos corpos d’água. A espécie é considerada uma das maiores cobras do mundo, podendo chegar a nove metros.

G1 Mato Grosso

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mais uma enfermeira é vitima da Covid em Mato Grosso

Publicado

A enfermeira Ludimilla Castro Soares, 24 anos, que atuava na linha de frente no combate à Covid na Policlínica do Verdão, em Cuiabá, morreu vítima da doença, na madrugada deste sábado (6).

A profissional atuava na linha de frente no combate ao coronavírus desde outubro de 2020, mas acabou acometida pela doença. O prefeito Emanuel Pinheiro divulgou nota lamentando “profundamente” o falecimento de Ludimla.

“Mais uma morte em meio a esta pandemia dilacera o coração, ainda mais se tratando de uma profissional que estava ajudando outras pessoas, e que infelizmente foi acometida por esse vírus. Peço a Deus que conforte os corações dos familiares e amigos”, afirmou.

A secretária de Saúde Municipal, Ozenira Félix, também lamentou a morte da profissional. “Sua missão era cuidar das pessoas e fazia isso com muita dedicação e carinho. Meus sentimentos à toda a família”, disse.

 

Araguaia Notícia

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana