conecte-se conosco


Nacional

Tiroteio fecha a Rodovia Rio-Santos na altura de Angra dos Reis

Publicado

Veículos passando pela Rio-Santos arrow-options
Reprodução/TV Globo

Polícia Rodoviária Federal disse que a ação foi “rápida”

A Rodovia Rio-Santos ficou fechada na manhã deste sábado (7) durante um tiroteio entre criminosos e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A interdição ocorreu na altura da comunidade Sapinhatuba I, em Angra dos Reis , na Costa Verde do Rio.

De acordo com informações da PRF, os bandidos atacaram os policiais que estavam em uma viatura, dando início ao confronto. Os agentes tiveram o apoio de PMs.

A assessoria de imprensa da PRF não soube informar durante quanto tempo a rodovia ficou fechada, mas disse que “a ação foi rápida”. Ninguém ficou ferido na troca de tiros.

Leia também: Motoristas entram em pânico durante tiroteio na Avenida Brasil

Na tarde deste sábado, também há registro de tiroteios em outra comunidade de Angra, o Frade. Segundo informações da Polícia Militar, a troca de tiros é entre criminosos rivais que disputam o controle do tráfico no local. “O Frade se acabando em bala”, comentou uma internauta no Twitter. “Evitem as ruas, moradores”, escreveu outro homem. Também não há registros de mortos ou feridos nesse tiroteio.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Bombeiro é um dos presos em operação contra pornografia infantil no Brasil

Publicado


source
computador com microícones arrow-options
Polícia do Mato Grosso do Sul

Material pornográfico foi encontrado no computador do bombeiro

A Polícia Federal prendeu na manhã desta terça-feira (18) um bombeiro aposentado de 51 anos por suspeita de armazenar materiais de pornografia infantil dentro de casa, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

O suspeito, que não teve identidade revelada, foi um dos alvos de mandados de busca e apreensão emitidos para 14 estados brasileiros e 4 países diferentes em combate à pornografia infantil e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Leia também: Ação contra pornografia infantil e pedofilia mira 12 estados e quatro países

Com o bombeiro , segundo a polícia, foi apreendido um computador e um celular. Ele foi preso em flagrante. Um dentista de 41 anos também foi preso na cidade de Campo Grande na manhã desta terça. Todas as prisões são referentes à operação Luz na Infância.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Bolsonaro fala em “perícia independente” no corpo de Adriano da Nóbrega

Publicado


source
Miliciano arrow-options
Divulgação/Polícia Civil

Adriano da Nóbrega ainda não foi enterrado

O presidente Jair Bolsonaro cobrou nesta terça-feira uma “perícia independente” no copo de Adriano da Nóbrega , ex-capitão do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) do Rio de Janeiro suspeito de integrar uma milícia, que foi morto em uma operação da Bahia no último dia 9. Bolsonaro também voltou a levantar a possibilidade de que Adriano tenha sido executado.

Em publicação em redes sociais, Bolsonaro disse que “sem uma perícia isenta os verdadeiros criminosos continuam livres até para acusar inocentes do caso Marielle” — em uma possível referência ao fato dele próprio ter sido citado na investigação do assassinato da ex-vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Leia também: Após solicitação do MPF, Adélio Bispo pode deixar presídio em Mato Grosso do Sul

O presidente fez o comentário ao compartilhar a notícia de que a Justiça decidiu que não é necessário preservar o corpo de Adriano.

Bolsonaro ainda questionou quem fará a perícia nos telefones apreendidos com o ex-capitão do Bope e levantou a hipótese de que mensagens e áudios podem ser forjados para acusar inocentes.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Corpo do miliciano Adriano da Nóbrega não precisa ser conservado, define Justiça

Publicado


source
Miliciano arrow-options
Reprodução

Miliciano foi morto durante operação policial em sítio na Bahia

O Tribunal de Justiça do Rio determinou, nesta segunda-feira (17), que não é mais necessário conservar o corpo e nem realizar nova necrópsia do miliciano Adriano da Nóbrega, morto no último dia 9, durante uma ação policial em Esplanada, na Bahia. A decisão é do juiz titular do 4º Tribunal do Júri do Rio, Gustavo Gomes Kalil, no processo da Operação Intocáveis. A informação foi antecipada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, e confirmada pelo jornal O Dia .

Leia também: Novo modelo do Fundeb é definido por deputados, mas relatora não finaliza texto

Na sentença, o magistrado destacou que a decisão se refere ao juízo do Rio, e acrescentou que a competência para determinar possíveis novos exames é da comarca de Esplanada, onde o miliciano foi morto.

Na última quarta-feira, duas decisões da Justiça proibiram a cremação do corpo do miliciano. O pedido da cremação foi feito pela família de Adriano, por se tratar de uma morte violenta somente a justiça pode autorizar.

Na ocasião, o juiz Gustavo Kalil determinou que a cremação só poderia acontecer após a realização de todas as diligências e confecção de todos os laudos periciais necessários para elucidação de tais circunstâncias.

Pistola com ‘kit rajada’

O miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega portava uma pistola com “kit rajada”, que permite dar vários tiros como uma metralhadora, quando foi morto por policiais de elite da Bahia. A informação foi dada pelo Fantástico neste domingo, para contestar com a divulgação da foto do escudo usado pela polícia baiana que mostra apenas duas marcas de disparos, o que não seria possível com o uso do dispositivo na arma do ex-capitão do Bope.

Apontado como um dos chefes da milícia em Rio das Pedras e Muzema, ele estava em uma casa, localizada em um sítio em Esplanada, interior baiano, e foi morto no último dia 9 após ser cercado pela polícia da Bahia. Na porta por onde os policiais invadiram a casa, apenas uma marca de tiro e na parede do mesmo lado outros quatro buracos, que podem ser de tiros, mas também de estilhaços.

Leia também: Lula vai reunir bancadas do PT no Congresso para alinhar oposição a Bolsonaro

Segundo a Secretaria de Segurança da Bahia, Adriano da Nóbrega reagiu e foi atingido duas vezes por fuzil, um disparo o atingiu na altura do ombro e saiu na escápula, fazendo ele rodar e ser baleado pelo segundo tiro na cintura, atravessando o corpo e ficando alojado o projétil no pescoço, segundo explicou Mário Câmara, diretor do Instituto Médico Legal da Bahia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana