conecte-se conosco


Policial

Tolerância Zero – Mato Grosso quebra recorde e apreende mais de 22 toneladas de drogas em 2021

Publicado

Apreensões deste ano já superaram as do ano inteiro de 2020, quando foram apreendidas 18 toneladas de entorpecentes

O endurecimento das ações de enfrentamento ao tráfico de drogas tem sido uma das políticas adotadas pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Exemplo disso, é que Mato Grosso já superou o ano de 2020, realizando a apreensão de mais de 22 toneladas de entorpecentes de janeiro a setembro deste ano. De janeiro a dezembro de 2020, foram 18 toneladas apreendidas.

Parte deste resultado, se deve ao aparelhamento das forças de segurança por meio do Programa Mais MT, que prevê até o final de 2022 um total de mais de R$ 700 milhões em investimentos somente para a Segurança Pública.

São novas viaturas, armamentos, fardamento, implantação da radiocomunicação digital, criação de novas vagas em unidades penitenciárias e tecnologias desenvolvidas para o combate ao crime que estão não só dando mais condições de trabalho aos servidores das forças de segurança, como também estão enfraquecendo a atuação de grupos criminosos, em especial aos envolvidos com o tráfico doméstico e internacional de drogas.

Na avaliação do secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, o que mais contribui para estes índices é o trabalho integrado das forças de segurança estaduais e federais, seja no operacional ou na troca de informações entre as agências de Inteligência.

“Ano passado durante o ano todo apreendemos 18 toneladas de drogas, o que para nós foi um recorde. Já este ano, até setembro, apreendemos 22 toneladas, batendo mais um recorde. O uso de tecnologia e a integração das forças é o segredo. Aqui se tem a certeza que a criminalidade não há de prosperar”, pontuou Bustamante.

Algumas ações ganharam notoriedade, a exemplo da apreensão de cinco toneladas de maconha realizadas pela Polícia Judiciária Civil em Alto Taquari (480 km de Cuiabá), ocorrida no final de setembro. O entorpecente era transportado na câmara fria de uma carreta, junto a uma carga de tutano e vinha de Mato Grosso do Sul para ser distribuído em diversas cidades de Mato Grosso.

Fronteira

Mato Grosso possui uma grande extensão territorial, em especial na faixa de fronteira, que compreende mais de 980 km, sendo destes 750 km de fronteira seca. A atuação do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), assim como das demais forças de segurança, tem sido de grande importância, principalmente no combate ao tráfico internacional de drogas.

O Gefron também bateu recorde este ano, realizando a maior apreensão de cocaína já feita pela unidade. O caso ocorreu no dia 25 de setembro, em Cáceres (217 km de Cuiabá), quando um caminhão boiadeiro que carregava 25 cabeças de gado e trafegava sentido Bolívia/Brasil, foi parado no Posto do Limão. Ao descarrega-lo, as equipes do Gefron e da Polícia Federal encontraram mais de uma tonelada de cocaína.

“A integração entre as instituições tem dado muito resultado. Com os investimentos feitos pelo Governo do Estado, os resultados estão aparecendo, causando grandes prejuízos às organizações criminosas”, avaliou o coordenador do Gefron, tenente-coronel PM Fábio Ricas.

No caso desta ocorrência, o prejuízo ao crime é de mais de R$ 26 milhões.

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Federal deflagra operação e fecha ‘rádio pirata’ em cidade de Mato Grosso

Publicado

Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (18) a segunda fase da Operação Interferência, que tem como objetivo reprimir crimes de desenvolvimento clandestino de telecomunicações, previsto no art. 183 da Lei nº 9.472/97 – “Lei de Telecomunicações”, em Campo Novo do Parecis (396 km ao Noroeste de Cuiabá).

Conforme a assessoria da PF, as investigações foram iniciadas a partir de fiscalizações realizadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que constataram a prestação clandestina do serviço de radiodifusão sonora, tendo em vista a ausência de outorga para explorar serviço de radiodifusão.

Os três mandados de busca e apreensão foram expedidos pela Vara Única Federal da Subseção Judiciária de Diamantino/MT, com os objetivos de colher provas, apreender instrumentos utilizados na prática de crime e identificar os autores.

Nome da operação

O nome da Operação INTERFERÊNCIA remete ao fato de que as rádios clandestinas emitem sinais eletromagnéticos que podem interferir nos meios de comunicação devidamente autorizados, na comunicação entre torres de controle com aeronaves brasileiras e, com isso, provocar acidentes fatais, dentre outras consequências indesejáveis.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

PJC prende homem por estupro de vulnerável e por ameaçar a sogra de morte em Confresa

Publicado

Um homem que mantinha relacionamento amoroso com uma adolescente e vinha ameaçando de morte a mãe da menor, foi preso pela Polícia Civil, na tarde de sexta-feira (29.10), no município de Confresa.

O suspeito de 25 anos foi autuado em flagrante pelos crimes de estupro de vulnerável, subtração de incapazes e ameaça no âmbito da Lei de Violência Doméstica e Familiar.

A mãe da adolescente de 13 anos procurou a Polícia Civil, para informar que sua filha havia saído de casa por livre e espontânea vontade para morar com o suspeito. No entanto, a genitora descobriu que o rapaz estava envolvido com o tráfico de drogas, já havia sido preso várias vezes, bem como vinha corrompendo sua filha para comercializar entorpecentes também.

Conforme a comunicante, há cerca de 10 dias, encontrou sua filha na companhia do suspeito em uma lanchonete. Ocasião em que foi ameaça de morte pelo jovem, que apontou o dedo na cara da sogra afirmando que se tirasse a filha dele, cortaria o seu pescoço. Ele disse também que se fosse preso, de dentro da cadeia mandaria alguém acertar as contas com a mãe da menor.

Durante diligências apurou-se que o suspeito estava impedindo a adolescente ter contado com a mãe, e não a deixava sair de casa nem para ir à escola. Ainda na delegacia a comunicante requereu pelo pedido de medidas protetivas garantidas pela Lei Maria da Penha.

Diante dos fatos envolvendo menor de idade, os policiais civis passaram a monitorar o suspeito, o qual acabou sendo abordado na tarde de sexta-feira (29), quando saia de sua residência junto com a adolescente. Na posse do rapaz a equipe apreendeu uma porção de maconha.

Conduzido para delegacia, o suspeito foi interrogado e autuado em flagrante por subtração de incapaz e estupro de vulnerável. Após a confecção dos autos, o preso foi encaminhado para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, onde ficará à disposição da Justiça.

Olhar Alerta

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Jovem vem a óbito após acidente em Ribeirão Cascalheira

Publicado

 Na noite deste sábado (30), a Policia Militar de Ribeirão Cascalheira foi informada via 190 sobre um acidente envolvendo um motociclista na avenida Padre João Bosco próximo a Prefeitura Municipal de Ribeirão Cascalheira.

Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrência, de imediato foi acionado a equipe de plantão do Hospital Municipal, em seguida a guarnição foi ao local e se deparou com o condutor de 22 anos caído ao chão e a motocicleta distante do motociclista.

Com o acidente, marcas foram deixadas no local como no meio fio e na calçada até o local onde a motocicleta se encontrava.

Ao chegar no local, a enfermeira de plantão verificou a ausência de sinais vitais, confirmando assim o óbito de Arthur Cesário Timo Carneiro de 22 anos.

O fato ocorreu por volta das 20:22 horas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana