conecte-se conosco


Policial

Trinta e dois presos testam positivo para a Covid-19 na Cadeia Pública de Barra do Garças

Publicado

Trinta e dois dos 44 presos que passaram por exames na semana passada, testaram positivo para a Covid-19 na Cadeia Pública de Barra do Garças. Os resultados chegaram ao conhecimento da direção da unidade prisional no final da tarde dessa segunda-feira (1º).

Segundo o diretor Maicon da Costa Oliveira, os reeducandos já estão em tratamento com o kit Covid e dos 32 casos positivos, apenas um está em situação mais grave, porém, recebendo atendimento. “Tomamos todas as medidas necessárias para evitar novos casos. Ontem esse detento foi por duas vezes na UPA e está recebendo atenção especial”, disse.

O primeiro caso de coronavírus registrado na Cadeia Pública de Barra do Garças aconteceu na semana passada e diante do diagnóstico do detento de 27 anos, a direção da unidade isolou o reeducando e solicitou a Secretaria Municipal de Saúde a realização de testes swab com a coleta de secreção do nariz para a constatação ou não de novos casos. 44 detentos foram testados.

Outra medida tomada pela direção da cadeia com autorização do juiz da 1ª Vara Criminal, Douglas Bernardes Romão, foi a interdição total da unidade pelo período de 15 dias com o objetivo de evitar novos contágios. “Não temos explicações para esse grande número de casos. Os presos saem, audiências são realizadas e é difícil não ter esse contato, mas as medidas foram tomadas, inclusive, com a descontaminação de celas pelo Corpo de Bombeiros”, ressaltou Maicon.

O diretor facultou aos familiares o encaminhamento de vitaminas C ou D aos reeducandos para que possam auxiliar no aumento da imunidade. “O estado e o município possuem vitaminas para fornecer a cadeia, por isso, aquele familiar que queira trazer o medicamento podem trazer que será encaminhado ao reeducando”, afirmou.

Nesta terça-feira (2), uma equipe de médicos e enfermeiros da Secretaria Municipal de Saúde estará na cadeia para novos procedimentos.

 

Semana 7

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Parceria entre produtores e a PM de Ribeirão Cascalheira garante mais agilidade no atendimento de ocorrências

Publicado

O Sindicato Rural de Ribeirão Cascalheira anunciou oficialmente o início do Patrulhamento Rural Georreferenciado no município. A iniciativa é uma parceria entre o sindicato rural, Polícia Militar e produtores rurais. Após uma reunião de alinhamento na terça-feira (23/02), entre o presidente do Sindicato Rural de Ribeirão Cascalheira, Eduardo Correia, e o comandante do 1º Pelotão de Polícia Militar de Ribeirão Cascalheira, tenente Diogo de Oliveira Pimenta, ficou definido o inicio do cadastramento das propriedades rurais a partir do dia 1º de março deste ano.

“Esta é mais uma ação importante para a segurança nas propriedades rurais do município e região”, assegurou Correia. O primeiro passo será o mapeamento e cadastramento das fazendas. Segundo ele, o patrulhamento e o policiamento nas áreas rurais vão aproximar o homem do campo da segurança pública, mais especificamente da Polícia Militar de Ribeirão Cascalheira.

No cadastramento devem conter dados das fazendas que serão inseridos em um sistema. Com as informações, a Polícia Militar terá mais agilidade no atendimento de ocorrências, já que terão coordenadas específicas do local e a rota exata da propriedade em caso de deslocamento.

O projeto é resultado da união do sindicato com os produtores rurais e a PM. Devido a falta de recursos, um grupo de vinte produtores rurais e o sindicato rural se uniram para custear as diárias do efetivo. Para fortalecer a iniciativa, o Estado cedeu uma viatura e deve custear o combustível. O recurso rateado entre os produtores e a entidade sindical será administrado pela diretoria do sindicato e repassado para o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) que ficará responsável pelo pagamento das diárias dos policiais.

Para Eduardo Correia os principais ganhos do Patrulhamento Rural na segurança pública serão o monitoramento e a agilidade no atendimento de ocorrências nas propriedades. O presidente ainda reforçou a importância do produtor e dos funcionários das fazendas fazerem a comunicação dos casos de roubos e furtos e movimentações suspeitas na região.

 

Água News

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Dois detentos que fugiram da Penitenciária Major Zuzi Alves foram para Goiânia (GO) e um rumo à Querência (MT), afirmam suspeitos

Publicado

Policiais encontraram na saída de Canarana (MT) uma bermuda de cor laranja que seria da Penitenciária. Homem de Ribeirão Cascalheira (MT) teria levado dois detentos à Goiânia (GO).

Na tarde desta segunda-feira (08/02), as Forças de Segurança prenderam em Canarana (MT), dois suspeitos de ajudarem na fuga dos detentos da Penitenciária Major Zuzi Alves, em Água Boa (MT). De acordo com o Boletim de Ocorrência, os policiais chegaram até os suspeitos após denúncias anônimas.

Após chegar na casa indicada, os policiais encontraram um homem de 35 anos. Ele informou que teria ajudado somente a um dos supostos detentos, sendo que o teria levado à saída do município, sentido Querência (MT).

Os policiais foram ao local e, após buscas, encontraram as roupas que o suposto detento estaria usando, incluindo uma bermuda que, de acordo com informações, seria da Penitenciária.

O lugar onde encontraram as roupas foi na beira da estrada, próximas de um poste.

Após investigação, foi confirmado que um segundo homem, de 36 anos, havia participado da ação. Os policiais o encontraram em sua casa.

Questionado, ele afirmou que teria dormido em casa, e que não havia participado da ação, porém, a informação foi negada pela própria mãe, que disse aos policiais que o filho teria chegado na residência pela manhã. Uma análise da tornozeleira eletrônica do suspeito confirmou a informação da mãe.

Os dados da tornozeleira mostraram ainda que ele teria ido à casa do primeiro suspeito durante a noite.

À polícia, eles informaram que os outros dois supostos detentos receberem apoio de um morador de Ribeirão Cascalheira (MT) e, em um veículo modelo Santana de cor prata, teriam sido levados à capital do estado de Goiás, Goiânia.

Diante das informações, os dois foram presos e conduzidos ao Quartel da Polícia Militar, onde o Boletim de Ocorrência foi elaborado, em seguida, levados à Delegacia de Polícia Civil.

Os presos que fugiram são: Samuel da Silva Souza, de 23 anos, Thiago Ferreira de Araújo, de 25, e Romano Barbosa da Conceição, de 26 anos.

 

O ÂNCORA

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Genro mata sogra a facadas, foge e é procurado pela polícia em MT

Publicado

Uma mulher assassinada a facadas no final da tarde desse domingo (7) pelo genro dela em Campo Verde, a 139 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, Iracema Magri, de 64 anos, foi esfaqueada na cabeça e no pescoço.

Não há informações sobre o motivo do crime.

De acordo com os policiais, o crime ocorreu por volta de 17h30 no bairro Vale do Sol.

Inicialmente a Polícia Militar foi chamada e informada sobre um assassinato.

Iracema foi encontrada ferida com facadas na cabeça e no pescoço. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada, mas os médicos atestaram a morte da idosa.

Testemunhas apontaram o genro dela como autor do crime. Informaram também que ele havia fugido.

O local foi periciado e a Polícia Civil investiga o crime. Buscas foram feitas, mas ele ainda não foi encontrado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana