conecte-se conosco


Cuiabá

Vereadores visitam HMC e reconhecem a importância da entrega por etapas para não perder R$ 100 milhões

Publicado

A entrega do ambulatório (que já está pronto para uso) e a logística do funcionamento por etapas dos demais ambientes do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) Leony Palma de Carvalho, para que Cuiabá não perdesse do governo federal os R$ 100 milhões do Programa Desafio Chave de Ouro destinados à conclusão da obra e os R$ 30 milhões para custeio da unidade, foi reconhecida pela maioria dos vereadores que participaram da visita conjunta ao local, na manhã desta quinta-feira (03).

No ato, o presidente da Câmara, Misael Galvão, que foi o responsável pelo requerimento da visita junto a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ressaltou que o respeito conferido pela nova presidência da Câmara ao protocolo de segurança que foi montado para resguardar os equipamentos além da transparência com a visita conjunta dos vereadores oportunizou observar que os frutos desse trabalho beneficiarão não apenas o Sistema Único de Saúde (SUS) de Cuiabá, mas de todo o estado.

“O respeito ao protocolo de acesso ao HMC, demonstrou, sobretudo que os parlamentares desta Casa trabalham em prol da população. E em nome dela viemos buscar transparência e sanar as dúvidas de cada um. Encontramos a parte ambulatorial realmente pronta para uso e, por meio das explicações dos técnicos, dentre os quais, o secretário da Pasta, pudemos reconhecer a importância da entrega por etapas. Afinal, havia o prazo de até 31 de dezembro para apresentar parte da obra e até abril de 2019 para que o hospital esteja 100% funcionando, sob pena de perder os R$ 100 milhões do Chave de Ouro e os R$ 30 para custeio. As etapas foram e estão sendo respeitadas, prova esta que as demais fases estão com mais de 90% de conclusão. Vendo mais de perto a dimensão desta obra, notamos que o esforço empenhado beneficia não apenas o SUS de Cuiabá mas o de todo o estado que busca atendimento na Capital”, frisou o presidente.

Para o médico e vereador Ricardo Saad que é autor da Lei 6.012/2015, a decisão do prefeito Emanuel Pinheiro de inaugurar a obra parcialmente foi acertada. “A mensagem visa proibir a inauguração e a entrega de obras públicas incompletas, ou que estejam sem condições de funcionamento. Entretanto, enquanto médico avalio com prudência que o ambulatório está sim pronto para receber paciente, claro o que se precisa observar de agora para frente é o processo que acompanhará este funcionamento desde a parte de cozinha à retaguarda dos pacientes – assegurada pelo secretário de Saúde aqui presente. E como autor da lei 6.012/2015, preciso admitir que ou o prefeito tomava esta decisão e acelerava o processo de conclusão dessa grande obra ou ficava travado e perdia esse recursos enquanto muitas pessoas padecem na fila do SUS em Cuiabá. Então, enquanto médico e parlamentar não posso julgar o prefeito, porque havia e há vidas precisando que esta obra seja 100% entregue e concluída o quanto antes”, ressaltou.

Reforçando que a SMS está seguindo o cronograma de adiantamento apresentado pelo prefeito Emanuel Pinheiro em coletiva à imprensa no dia 26 de dezembro, onde explicita que a entrega será feita em quatro etapas, sendo a última no dia 08 de abril, em comemoração aos 300 anos, o secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho esclarece que se não fosse os montantes conquistados pela atual gestão o cronograma final da obra se daria no final de julho e isso considerando o pagamento dos R$ 82 milhões que foram concedidos ao Estado.

“Se não fosse esse recurso do governo federal teríamos sérios riscos de não conseguirmos concluir a obra em julho, pois dependeríamos dos R$ 82 milhões do Estado. O prefeito Emanuel Pinheiro não olhou para as dificuldades e com seu bom alinhamento político agarrou a oportunidade de adiantar a realização do sonho dos cuiabanos. Dessa forma, quero agradecer a todos os vereadores que estão verdadeiramente ajudando a população a conquistar essa virada de página na Saúde, porque independe de qualquer situação ou oposição, esse choque de gestão que estamos fazendo e que impulsionaremos ainda mais nos próximos meses, beneficia diretamente a população mais carente que é quem mais precisa do poder público”, finalizou o secretário.

 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Cuiabá – Carreta-cegonha tomba e dois morrem na Serra de São Vicente

Publicado

Duas pessoas morreram após a carreta-cegonha em que estavam tombar na BR-364, na Serra de São Vicente próximo a Cuiabá, na manhã do último domingo 03 de maio.
 
Segundo a Rota do Oeste, concessionária que administra o trecho, o motorista da carreta perdeu o controle e tombou na via.
 
Com o impacto, dois passageiros da carreta vermelha de São bernardo do Campo (SP) morreram no local.

A pista foi totalmente interditada para perícia da cena do acidente e  foi liberada após às 18h51, mas o tráfego seguia lento.

O caminhão-cegonha carregava alguns veículos. Ao menos um deles caiu na pista.

Água Boa News
 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Enfermeiro de Cuiabá é a 12ª morte por Covid-19 em MT

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) recebeu a notificação, na tarde deste sábado (02.05), do óbito de um servidor público da Saúde Estadual em decorrência da Covid-19.
O profissional de enfermagem era servidor há 37 anos, trabalhava na Unidade III – ligada ao complexo do Adauto Botelho – e estava internado em leito particular de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na capital; ele ficou hospitalizado por cerca de 37 dias.
O secretário estadual de Saúde lamentou a morte do servidor e manifestou o sentimento de pesar a todos os familiares e amigos. “É com profunda tristeza que recebo a notícia do falecimento deste profissional da Saúde do Estado e expresso os meus sinceros sentimentos à família do nosso colega”, destacou Gilberto Figueiredo, que acrescentou ainda que todos os profissionais da Saúde têm trabalhado intensamente no combate à Covid-19, com o objetivo de vencer a batalha contra o vírus.
De acordo com os dados oficiais, esta é a 12ª morte ocasionada pelo coronavírus em Mato Grosso, sendo o terceiro óbito registrado e notificado pelo município de Cuiabá.
Os Boletins da SES apontam que as outras mortes causadas em decorrência da Covid-19, em Mato Grosso, envolveram residentes dos municípios de Sinop, Lucas do Rio Verde, Cáceres, Aripuanã, Rondonópolis, Mirassol D’ Oeste, Barra do Garças e do Rio de Janeiro – que estava em Mato Grosso.
As informações oficiais sobre todos os óbitos já registrados no estado constarão no Boletim Informativo deste sábado (02.05).
*Unidade III*
No dia 7 de abril, a SES-MT informou que foram confirmados 17 casos de coronavírus na Unidade III, sendo 13 de servidores e 4 de pacientes. Grande parte dos casos foram sintomáticos leves ou assintomáticos; isto é, não manifestaram sintomas.
Todos os pacientes e profissionais que testaram positivo ou que mantiveram qualquer tipo de contato com os diagnosticados cumpriram regime de isolamento ou quarentena.
A Secretaria de Estado também procedeu com a desinfecção das instalações da unidade. A equipe técnica ainda fez o acompanhamento e o rastreamento individual dos casos, de forma a monitorar também as famílias e os contatos dos envolvidos.
AguaBoaNews

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Secretaria alerta beneficiários sobre medidas de seguranças em agências e lotéricas

Publicado


.

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Sorp) – por meio da fiscalização municipal – alerta os beneficiários do auxílio emergencia, que ficou conhecido como ‘coronavoucher’, a observarem as medidas preventivas previstas no decreto municipal de n° 7.868. Nesta segunda-feira (13), as equipes da Sorp flagraram muitas filas e aglomerações nos bancos, apesar de alguns de algumas pessoas estarem usando máscara, notou-se que a distância recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) – 1,5 metro – não está sendo seguida.

Em caso de descumprimento da medida serão aplicadas as penalidades civis, administrativas e penais cabíveis.

As ações previstas pelas equipes integradas de fiscalização, conforme plano operacional integrado de prevenção ao Covid- 19, consiste no fornecimento obrigatório de EPIs (máscara e luvas) para funcionários do atendimento ao público, controle de acesso de clientes na proporção de 1 para cada 10 m² de área disponível para exposição de produtos e de distanciamento de 2 m entre uma pessoa e outra nas filas.

Ao todo, sete equipes estão distribuídas pelas quatro regionais de Cuiabá (Norte, Sul, Leste e Oeste) escalonados em três turnos (manhã, tarde e noite) de segunda à sexta, realizando as ações de fiscalização da operação integrada de prevenção ao Covid-19. No sábado e domingo, é uma equipe por turno, com dois fiscais. As atividades se encerram sempre às 23h.

As fiscalizações são realizadas em conjunto com as Secretarias Municipais de Mobilidade Urbana e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e com o apoio da Polícia Militar- MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana